Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Mostly Cloudy

Saúde Campanha de vacinação contra o sarampo prossegue nesta semana

Campanha para vacinação de jovens prossegue até sábado (30), Dia D

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Campanha para vacinação de jovens prossegue até sábado, 30, Dia D. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

Jovens de 20 a 29 anos são a população-alvo da campanha nacional de vacinação contra o sarampo, que acontece em todo o Brasil até sábado (30), Dia D de mobilização no País.

Em Porto Alegre, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) oferece vacina com componente contra sarampo em todas as salas de vacina. Os horários de atendimento variam. Em cinco unidades, há atendimento estendido: Centro de Saúde Modelo e unidades de saúde Tristeza, Ramos e São Carlos, das 8h às 22h. Na Clínica de Saúde da Família da Restinga, a vacina pode ser feita das 8h às 20h. Nas demais unidades de saúde, o atendimento é das 8h às 17h.

Na Capital, foram confirmados 13 casos de sarampo em 2019. Do total, seis estão na faixa etária da campanha. Os outros sete são um bebê com menos de um ano, três jovens de 18 anos, e três adultos com mais de 30 anos.

De acordo com dados mais recentes do Núcleo de Imunizações da SMS, na primeira semana da campanha de vacinação de jovens, entre os dias 18 e 22, foram aplicadas 2.281 doses de tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) em toda população. “Na faixa da campanha, 1.138 jovens foram às unidades avaliar a carteira e 706 receberam a vacina”, explica a coordenadora do Núcleo, enfermeira Renata Capponi.

Dia D

No sábado, 30, haverá atendimento nos turnos da manhã e da tarde. Os locais de vacinação serão divulgados no decorrer da semana. A unidade móvel da SMS estará no Parque Farroupilha (Redenção), próximo ao Monumento do Expedicionário, das 9h às 16h30, para imunização.

A vacina com componente contra sarampo está incluída no calendário oficial de vacinação do país, estando disponível para todas as pessoas de seis meses a 49 anos na rede pública de saúde. O esquema vacinal para garantia de proteção depende da faixa etária. A indicação é de que a condição vacinal seja avaliada em visita a uma unidade de saúde.

Até 29 anos, devem ser comprovadas duas doses da vacina na caderneta de vacinação. Caso a pessoa não tenha comprovação, a primeira dose será feita na campanha e a segunda deverá ser realizada com intervalo mínimo de 30 dias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Gugu Liberato deixa patrimônio avaliado em R$ 170 milhões
Velório do corpo de Gugu Liberato será na Assembleia Legislativa de São Paulo e aberto ao público
Deixe seu comentário
Pode te interessar