Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Centro Histórico de Porto Alegre tem concerto gratuito de música erudita nesta terça-feira

Compartilhe esta notícia:

Pianista Mariaclara Welker é uma das atrações do evento, a partir das 18h. (Foto: Divulgação)

Apresentada mensalmente na Praça Montevidéu, em frente à sede da prefeitura de Porto Alegre, a série “Música no Paço Municipal” chega às 18h desta terça-feira (21) ao seu terceiro concerto mensal. O destaque fica por conta da pianista Mariaclara Welker e do duo formado por Giovane Marquetti no violino e Murilo Alves no violoncelo.

A apresentação é gratuita e aberta ao público, em mais uma iniciativa alusiva aos 250 anos de fundação da cidade. Confira, a seguir, o programa do recital, elaborado sob curadoria da Casa da Música Poa e com ênfase em composições eruditas de nomes nacionais e estrangeiros.

Mariaclara Welker

– Sergei Rachmaninoff (1873-1943): “Polichinelo, opus 3, nº 4.

– Ernesto Nazareth (1863-1934): “Apanhei-te, Cavaquinho” e “Floreaux”.

– Heitor Villa-Lobos (1887-1958): “Duas Cirandas”, “Terezinha de Jesus” e “Passa, Passa, Gavião”.

– Ethan Uslan (1979–): “Bluin’ The Danube”.

Duo Alves Marquetti

– Ludwig van Beethoven (1770-1827): “Duo nº 1 em Dó Maior” e “WoO27”.

– Reinhold Glière (1875-1956): “Opus 39 para violino e violoncelo” e “Berceuse”.

– Ernani Aguiar (1950–): “Duos de Prados”, “Moderado e fluente”, “Cantilena” e “Ronda”.

Trajetórias

A pianista Mariaclara Welker tem 18 anos e apresentou seu primeiro recital público com apenas oito, na Casa da Música. Sob  orientação de Olinda Allessandrini, tem sido convidada como recitalista e já se apresentou diversas vezes em locais como o Theatro São Pedro, além de outras cidades gaúchas.

Em 2020, recebeu o prêmio “Revelação” no Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, concorrendo com 122 candidatos de todo o País. Também foi a mais jovem musicista aprovada no Concurso “Jovens Solistas” da Orquestra de Câmara da Fundarte.

Esse concurso rendeu a ela convites para tocar com outras orquestras, como a Orquestra Filarmônica da PUCRS, a Orquestra Villa-Lobos e a Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul. Atuou com os regentes Antônio Carlos Borges Cunha, Manfredo Schmiedt, Márcio Buzatto, Fernando Cordella, Cecília Silveira e Matheus Kleber.

Já violinista Geovane Marquetti nasceu em 1988 na cidade de Volta Redonda (RJ) e iniciou estudos do instrumento aos 6 anos. Atuou em Orquestras de Cordas em seu Estado e com as companhias de balé Alla Scala de Milão (Itália) e Bolshoi (Rússia), além das Orquestra Sinfônicas de Caxias do Sul, Gramado e Porto Alegre (Ospa). Atua, ainda, como professor de música em projetos sociais.

Também fluminense, o violoncelista Murilo Alves é mestre em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e foi na Alemanha e Suíça. Integrou a Orquestra Filarmônica de Goiás e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Foi vencedor do concurso de solistas da Orquestra Sinfônica da Unirio e recebeu a premiação de Melhor Interpretação de Música Contemporânea dos séculos 19 e 20.

Atuou como professor de violoncelo nos projetos “Aprendiz” e “Bem-me-quer Paquetá”, no Rio de Janeiro, bem como no 10° Festival Internacional de Música de Pelotas. É violoncelista da Ospa desde 2017.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Roberto Carlos testa positivo para covid
Avança na Câmara dos Deputados proposta que institui piso salarial dos profissionais da saúde
Deixe seu comentário
Pode te interessar