Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Chile alivia restrições após redução de casos de coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Pela primeira vez em oito meses, toda a Região Metropolitana – onde vivem sete dos 19 milhões de habitantes do país – passou para a Fase 3 do plano de abertura

Foto: Reprodução
Pela primeira vez em oito meses, toda a Região Metropolitana – onde vivem sete dos 19 milhões de habitantes do país – passou para a Fase 3 do plano de abertura. (Foto: Reprodução)

O Chile começou a aliviar as restrições sanitárias nesta segunda-feira (19) depois de registrar o menor número de infecções por Covid-19 desde novembro, reabrindo bares em espaços internos, restaurantes e cinemas.

Pela primeira vez em oito meses, toda a Região Metropolitana – onde vivem sete dos 19 milhões de habitantes do país – passou para a Fase 3 do plano de abertura, que inclui 5 fases. Não há quarentena em nenhum dia da semana.

Nas mesmas condições estavam 138 das 345 comunas de todo o país, onde é permitida maior mobilidade principalmente para quem já está vacinado – 76,9% da população-alvo – e tem o passe de mobilidade concedido pelo governo para quem tomou as duas doses. O restante está na Fase 2, o que implica quarentena nos finais de semana.

Nas últimas 24 horas, foram notificados 1.015 novos casos – o menor número desde novembro – somando um total de 1.600.883 infecções, enquanto 25 novos óbitos foram detectados, totalizando 34.539 óbitos desde 3 de março de 2020, quando foi confirmado o primeiro caso de Covid-19 no Chile.

O ministro da Saúde, Enrique Paris, afirmou em entrevista coletiva que a flexibilização das medidas se deve à diminuição de 34% dos casos em sete dias e de 44% em 14 dias, enquanto os testes positivos de PCR atingiram 2,9%, o menor percentual em 16 meses de pandemia no Chile.

“Há uma queda considerável de novos casos (…) Fizemos avanços significativos no enfrentamento da pandemia, mas não vencemos o vírus”, disse o ministro. Paris disse que apesar da boa evolução da pandemia, o governo está em alerta depois que cerca de dez casos da variante Delta foram detectados no Chile.

“Chegarão e chegarão novas variantes, portanto, temos que estar muito atentos”, acrescentou. Enquanto isso, o número de mortes por Covid-19 diminuiu 18% nos últimos 7 dias em todo o país, disse o ministro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Mortes por coronavírus na Índia seriam até dez vezes superiores ao balanço oficial, afirma estudo
Governo federal elabora portaria para abertura de todas as escolas em agosto
Deixe seu comentário
Pode te interessar