Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Com 2.335 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, Brasil volta a registrar tendência de alta nas mortes após mais de 2 meses

Compartilhe esta notícia:

Média móvel de mortes ficou acima de 2 mil pelo segundo dia seguido.

Foto: EBC
Média móvel de mortes ficou acima de 2 mil pelo segundo dia seguido. (Foto: EBC)

O Brasil registrou 2.335 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quinta-feira (17) 496.172 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.005 –voltando a bater a marca de 2 mil pelo segundo dia seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +19% e indica tendência de alta nos óbitos decorrentes do vírus.

É a primeira em mais de dois meses vez que essa análise indica alta nas mortes. De 12 de abril até quarta-feira (16), a curva apontou estabilidade ou queda; nos últimos 29 dias a tendência se manteve estável, ainda em um patamar elevado e alarmante.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quinta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Média móvel

Sexta (11): 1.912
Sábado (12): 1.961
Domingo (13): 1.997
Segunda (14): 1.970
Terça (15): 1.980
Quarta (16): 2.007
Quinta (17): 2.005

De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 17.629.714 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 85.861 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 69.840 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +9% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

Os casos seguem em estabilidade em patamar elevado há um longo período. Chegamos a 51 dias seguidos em que a curva de novos diagnósticos tem apontado ritmo estável, sem queda ou aumento considerável.

Estados

Em alta (9 Estados): PR, AP, RR, GO, PB, RJ, SP, RS e MA;
Em estabilidade (16 Estados): PA, BA, SE, AL, MG, AM, MS, CE, MT, PI, AC, RO, PE, RN, SC e TO;
Em queda (1 Estados e o DF): DF e ES.

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás.

Vale ressaltar que há Estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação

Desde o começo da vacinação no Brasil, 60.381.020 pessoas já tomaram a primeira dose de vacinas contra a Covid, segundo novo balanço do consórcio de veículos de imprensa, o que corresponde a 28,51% da população.

A segunda dose foi aplicada em 24.085.577 pessoas, o que corresponde a 11,37% da população.

Somando a primeira e a segunda doses, 84.466.597 vacinas foram aplicadas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Ministério da Saúde diz que doses da vacina da Janssen não serão enviadas ao Brasil nesta semana
Com 14º lote, Pfizer completa entrega ao Brasil de mais 2 milhões e 400 mil doses da sua vacina nesta semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar