Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Esporte De virada, o Inter venceu o Atlético-MG por 2 a 1 no encerramento do Brasileirão

Compartilhe esta notícia:

Otero abriu o placar pelo Galo, mas Guerrero e Cuesta decidiram o jogo para o colorado.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional
Otero abriu o placar pelo Galo, mas Guerrero e Cuesta decidiram o jogo para o colorado. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O Inter recebeu o Atlético-MG neste domingo (8) para a disputa de partida da última rodada do Brasileirão. E até boa parte do segundo tempo, o Colorado se despedia da competição de maneira triste para a equipe e seus torcedores. Entretanto, Guerrero e Victor Cuesta entraram em ação e viraram o jogo para os gaúchos. A vitória veio de virada sobre o Atlético-MG por 2 a 1.

Empurrado por sua torcida, o Clube do Povo realmente saiu atrás no marcador, após gol de Otero. Mas no confronto do segundo tempo, após tentos de Guerrero, aos 36, e Cuesta, aos 52, o resultado garantiu ao Colorado a sétima colocação, com 57 pontos. Posição que confirma o Alvirrubro na próxima edição da Libertadores.

O primeiro gol do Galo veio de Otero, que surpreendeu o Inter logo nos cinco minutos de partida. Com a classificação garantida para a pré-Libertadores durante a semana, parecia que o Inter havia começado a se despedir da temporada 2019. O calor intenso em Porto Alegre e o fato de Inter e Atlético-MG já não terem pretensões na última rodada do Brasileirão podem ter colaborado para um início de jogo vagaroso e sonolento.

Os gaúchos estavam com dificuldades para jogar embora estivessem com dois meias. Em um escanteio pela esquerda, o time mineiro quase chegou ao segundo gol aos 15 minutos do primeiro tempo. Otero cobrou fechado e a bola pegou no travessão.

Seis minutos depois, o Inter chegou pela primeira vez com contundência no campo de ataque. Natanael fez boa jogada pela esquerda e cruzou. A zaga atleticana afastou parcialmente e D’Alessandro arriscou de fora da área. A bola subiu e caiu rapidamente, mas saiu pela linha de fundo, assustando o goleiro Victor.

Com a vantagem conquistada logo no início da partida, o Atlético-MG abriu mão da marcação mais alta e optou por monitorar as jogadas coloradas a partir do meio-campo, dando mais terreno aos donos da casa. O Inter passou a ficar com mais posse de bola e investiu em jogadas pelo lado esquerdo, com o lateral Natanael. Era ele o mais procurado por D’Alessandro. Os cruzamentos, no entanto, não surtiam efeito porque Guerrero estava sempre com marcação dobrada.

No segundo tempo, o confronto seguiu com roteiro bastante parecido àquele que antecedera seu intervalo. Pressionando, empurrado pelo apoio de sua torcida, que não parou de cantar um minuto sequer, o Inter reagia, mas esbarrou diversas vezes em milagres de Victor e até mesmo desvio salvador da zaga sobre a linha. Dramática, a partida parecia se encaminhar para um resultado negativo para o Inter, até que Guerrero, aos 36, ficou com a sobra de grande trama ofensiva e empatou. Já no apagar das luzes, Víctor Cuesta, virou o jogo após subir no terceiro andar e completar cobrança de falta de D’Alessandro, garantindo a vitória de 2 a 1 sobre o Atlético-MG.

A partida foi a última do calendário colorado em 2019. Agora, o grupo de jogadores entra em férias, com reapresentação marcada para o dia 8 de janeiro do próximo ano.

Ficha técnica

INTER (2): Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso e Edenilson; Sarrafiore, D’Alessandro e Neilton; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-MG (1): Victor; Guga, Léo Silva, Maidana e Harnández; Zé Welison, Martínez, Otero, Vinicius Góes; Maicon e Di Santo. Técnico: Vágner Mancini.

Gols: Otero, aos 5/1ºT (Atlético-MG); Guerrero, aos 36/2ºT e Cuesta, aos 52/2ºT (Inter).

Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por Daniel Henrique Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (trio do Distrito Federal). VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

O Grêmio perdeu por 3 a 2 para o Goiás na última rodada do Brasileirão
A Brigada Militar realizou a “Operação Angico” em Santo Antônio da Patrulha
Deixe seu comentário
Pode te interessar