Segunda-feira, 26 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Thunderstorm

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Com três gols de Richarlison, Seleção Brasileira vence a Alemanha por a 4 a 2 nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe esta notícia:

Richarlison fez três gols e foi o dono do jogo contra a Alemanha nesta quinta-feira

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Richarlison fez três gols e foi o dono do jogo contra a Alemanha nesta quinta-feira. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF) Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A Seleção Brasileira masculina de futebol venceu a Alemanha por 4 a 2, no Estádio de Yokohama – palco da conquista do pentacampeonato mundial em 2002 –, na manhã desta quinta-feira (22), em sua estreia na Olimpíada de Tóquio.

Com uma atuação de gala de Richarlison, autor de três gols, o camisa 10 brasileiro, que também esteve com a equipe de Tite na Copa América, marcou aos 7, aos 22 e aos 30 do primeiro tempo. Amiri, aos 11 do segundo, e Ache, aos 38, descontaram para os alemães. O Brasil ainda perdeu um pênalti, nos acréscimos da primeira etapa, com Matheus Cunha.

A seleção Brasileira volta a campo no próximo domingo, às 5h30min (horário de Brasília), contra a Costa do Marfim, também em Yokohama. As duas equipes têm três pontos e brigarão pela liderança na próxima rodada.

O jogo

Os jogadores da seleção alemã entraram em campo com uma fita preta na camisa em homenagem às vítimas de enchentes no país.

Mas foi o Brasil que teve as primeiras chances claras de gol, com Guilherme Arana, Matheus Cunha. De tanto insistir, o Brasil abriu o placar aos 6 minutos. Matheus Cunha recebeu de fora da área, brigou com a zaga alemã e tocou para Antony, que deu passe perfeito para Richarlison, que invadiu a área e chutou forte. O goleiro Müller defendeu parcialmente, e no rebote, o camisa 10 fez 1 a 0.

Vale lembrar que o lance do gol foi treinado exaustivamente por Jardine nos últimos dias. Lançamento de Antony por trás dos zagueiros para um dos atacantes completar. E o time canarinho ainda levou mais perigo exigindo duas defesas do goleiro alemão. A primeira com Claudinho em um chute rasteiro e depois com Matheus Cunha.

De tanto insistir, o Brasil ampliou o marcador aos 21 minutos. Bruno Guimarães lançou Guilherme Arana, que na linha de fundo, cruzou certeiro na cabeça de Richarlison: 2 a 0.

A primeira oportunidade alemã aconteceu apenas aos 24 minutos, com Amiri. Mas o Brasil fez o terceiro gol aos 29 minutos. Matheus Cunha pegou a bola no meio, avançou e abriu para Richarlison, que dominou e bateu cruzado, de chapa: 3 a 0.

Mesmo em vantagem, Brasil era absoluto no jogo e pressionava a saída de bola e dificultava a criação alemã. E teve a chance de ampliar aos 46 minutos. Matheus Cunha cobrou pênalti com força, de pé direito, mas o goleiro Müller defendeu.

Para o segundo tempo, a Alemanha voltou diferente com a saída de Pieper e a entrada de Torunarigha na defesa. Mas o Brasil seguiu no mesmo ritmo da primeira etapa e teve novas chances com Matheus Cunha, depois Antony e com Claudinho.

No entanto, foi a Alemanha que marcou aos 11 minutos. Ritcher arriscou de fora da área, a bola explodiu em Nino e sobrou para Amiri, que pegou de primeira: 3 a 1. Na seleção Brasileira saiu Claudinho e entrou Malcon. Os rivais mexeram também com as entradas de Löwen e Ache e as saídas de Kruse e Richter.

Aos 26 minutos, o Brasil teve boa chance de ampliar. Antony recebeu no lado direito da área alemã, puxou para a perna esquerda e arriscou o chute, de chapa. Depois, o técnico Jardine optou pelas saídas de Richarlison e Antony para as entradas de Reinier e Paulinho, respectivamente.

O time canarinho teve outra chance com o volante Bruno Guimarães. Na Alemanha saiu Stach e entrou Schlotterbeck. A Alemanha ainda marcou com Ache, aos 38 minutos: 3 a 2.

No final, Bruno Guimarães após disputa na área, ficou no chão e pediu pênalti, mas árbitro ignorou. E o Brasil ainda teve tempo e fechou o placar com Paulinho, que soltou uma bomba aos 48 minutos: 4 a 2.

Com a vitória, o Brasil soma os três primeiros pontos pelo Grupo D com a Alemanha, Arábia Saudita e a Costa do Marfim. Vale lembrar que o Brasil é o maior medalhista olímpico do futebol masculino, com um ouro (2016), três pratas (1984, 1988 e 2012) e mais dois bronzes (1996 e 2008).

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Presos traficantes que expulsavam moradores de condomínio em Canoas
Presidente do Tribunal Superior Eleitoral diz que Arthur Lira e Braga Netto desmentiram suposta ameaça às eleições
Deixe seu comentário
Pode te interessar