Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Rio Grande do Sul Criação de grupo de trabalho sobre questões raciais avança no governo do Estado

Compartilhe esta notícia:

Ranolfo (D) discutiu a formação do GT com o titular da SJCDH, Mauro Hauschild.

Foto: Júlia Soares/Ascom GVG
Ranolfo (D) discutiu a formação do GT com o titular da SJCDH, Mauro Hauschild. (Foto: Júlia Soares/Ascom GVG)

Dando prosseguimento à demanda do governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, conversou na manhã desta sexta-feira (10) com o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Mauro Hauschild, sobre a formação do grupo de trabalho (GT) que ampliará a discussão, em nível institucional, de questões relacionadas ao preconceito racial nas instituições da Segurança Pública.

Definido por Leite no dia 2 de julho, durante reunião com o Movimento Vidas Negras Importam, no Palácio Piratini, o GT será liderado pela SJCDH (Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos) e terá a participação de diversas iniciativas que pautam as questões relacionadas à população negra do Rio Grande do Sul.

“Esse Grupo de Trabalho é o primeiro passo para abrirmos um diálogo franco e honesto com a sociedade civil. Queremos agregar contribuições, de forma que a conduta de respeito e proteção a todos, orientação padrão de nossas instituições, se faça sentir por todos os públicos, em especial pelos negros do Rio Grande do Sul”, ressaltou o vice-governador.

De acordo com o titular da SJCDH, Mauro Hauschild, “a pauta do preconceito racial é muito relevante, pois em pleno século 21 essa temática já devia ter sido superada. Entretanto, assim como temos enfrentado outras formas de preconceito, temos que aproveitar esse momento para promover um debate transparente na elaboração de propostas e construção de soluções para a questão do preconceito racial”.

A Secretaria da Segurança Pública também comporá o grupo, além de servidores indicados pela Brigada Militar e Polícia Civil. Entre as questões que nortearão os encontros do GT, destacam-se as discussões sobre violência policial e as formas de se debater o assunto em nível institucional.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Fifa adia início das eliminatórias sul-americanas para outubro
Rio Grande do Sul tem 37.490 casos de coronavírus e recorde de 49 óbitos, chegando a 919 pela doença
Deixe seu comentário
Pode te interessar