Sábado, 04 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Economia Crise mundial em função do Coronavírus reforça a necessidade de reformas no país, afirma Confederação Nacional da Indústria

Compartilhe esta notícia:

Entidade diz que mais do que nunca, é fundamental que o governo federal e o Congresso Nacional atuem em conjunto.

Foto: Sérgio Lima/CNI/Divulgação
Entidade diz que mais do que nunca, é fundamental que o governo federal e o Congresso Nacional atuem em conjunto. (Foto: Sérgio Lima/CNI/Divulgação)

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) avalia que a crise mundial em função do coronavírus reforça ainda mais a necessidade de serem implementadas as reformas necessárias para que o Brasil volte a crescer e a retomar o caminho do desenvolvimento econômico e social.

“Mais do que nunca, é fundamental que o governo federal e o Congresso Nacional atuem em conjunto, para evitar que os efeitos da pandemia nos mercados contaminem ou atrasem ainda mais a agenda de avanços estruturais que está sendo implementada no país”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. Preocupada com a expansão, no Brasil, do novo coronavírus (Covid-19), a CNI está tomando algumas providências para evitar a contaminação de funcionários e parceiros do Sistema Indústria, o qual é composto, além da própria CNI, pelas seguintes entidades: Sesi (Serviço Social da Indústria), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), IEL (Instituto Euvaldo Lodi), Federações das Indústrias, Sindicatos e Associações Setoriais.

Cancelamentos

Por precaução, a CNI suspendeu viagens de seus funcionários ao exterior, até o mês de abril/2020, e está cancelando eventos previstos no calendário da entidade para as próximas semanas.

Com relação às escolas do Sesi e do Senai, a orientação da CNI é que as aulas sejam suspensas, em caso de infecção de algum aluno, funcionário ou professor.

A CNI também está orientando os presidentes das 27 Federações das Indústrias e do FNI (Fórum Nacional da Indústria), composto por cerca de 60 associações setoriais, no sentido de que essas entidades também cancelem viagens e reuniões de seus profissionais, além de tomar as medidas preventivas necessárias, para evitar a contaminação com o coronavírus.

A entidade também tem orientado seus colaboradores e parceiros a manterem a calma e a tomarem cuidado com fake news sobre o assunto que têm sido disseminadas em redes sociais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Sarampo: campanha para vacinação de crianças e jovens vai até esta sexta
Tampinha Legal recebe homenagem na Câmara de Vereadores de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar