Segunda-feira, 19 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Política Depois de aglomeração de Bolsonaro no Ceará, Tasso cobra instalação imediata da CPI da Covid no Senado

Compartilhe esta notícia:

Jair Bolsonaro em evento em Tianguá (CE).

Foto: Mateus Ferreira/SVM
Jair Bolsonaro em evento em Tianguá (CE). (Foto: Mateus Ferreira/SVM)

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) vai cobrar a instalação imediata da CPI da Covid depois da passagem do presidente Jair Bolsonaro pelo Ceará, causando aglomeração num momento de agravamento da pandemia por todo o país.

Tasso disse que “Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade ao mandar as pessoas à morte, estimulando aglomeração”. Tasso disse ainda que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), tem que ler o requerimento e iniciar os trabalhos da CPI. Ao todo, 30 senadores assinaram o requerimento antes do Carnaval.

Tasso ressaltou que em sua passagem pelo Ceará, Bolsonaro criticou o uso de máscara, ameaçou não repassar auxílio emergencial para os estados que adotaram restrição na circulação de pessoas e ainda conclamou à população para ir à rua.

“Ao conclamar a população para ir à rua, o presidente está mandando as pessoas à morte. Bolsonaro veio ao Ceará para tentar desmoralizar as medidas de restrição que acabaram de começar. Isso é criminoso”, ressaltou.

As medidas de restrição foram adotadas pelo governador petista Camilo Santana. Na sexta-feira (26), Santana não participou do evento de Bolsonaro no Estado, alegando que o ato causaria aglomeração.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Para a Polícia Federal, Pazuello mudou de versão sobre quando foi avisado da falta de oxigênio em Manaus
Empresas de energia solar crescem na esteira da alta no setor
Deixe seu comentário
Pode te interessar