Sábado, 18 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Destinação do novo lote de vacinas recebido pelo Rio Grande do Sul será decidida nesta quarta-feira

Compartilhe esta notícia:

Estado deve receber nesta quarta-feira a terceira remessa da semana. (Foto: Maicon Hinrichsen/Palácio Piratini)

Formada por representantes do governo gaúcho e prefeituras, a Comissão de Intergestores Bipartite (CIB) decidirá nesta quarta-feira a destinação das cotas de vacinas contra o coronavírus recebidas pelo Rio Grande do Sul nas últimas horas, com mais de 372 mil doses. O assunto está na pauta de uma reunião do colegiado às 9h.

Esse montante chegou a bordo de duas diferentes aeronaves que aterrissaram no Aeroporto Internacional Salgado Filho, na Zona Norte de Porto Alegre. De manhã foram 63,4 mil doses do imunizante de Oxford e 156,5 mil de Coronavac-Butantan. Já no começo da noite, foi a vez de receber mais 152,2 mil unidades de Oxford.

O reforço de doses deve ser encorpado nesta quarta-feira (28), em horário ainda não informado, com um lote adicional da vacina da Pfizer. A carga é estimada em pelo menos 114,6 mil unidades da Pfizer, ampliando assim para quase 487 mil a quantidade de doses de fármacos contra covid enviados ao Estado nesta semana.

Também será discutida no encontro a logística e outros detalhes relativos à aplicação da segunda dose de imunizante para as grávidas contempladas na primeira injeção com o fármaco de Oxford-Astrazeneca, posteriormente desaconselhado para esse segmento populacional devido aos riscos de efeitos adversos – o Ministério da Saúde recomenda que o ciclo seja finalizado com a vacina da Pfizer.

Andamento da campanha no Estado

As novas cotas devem permitir que as secretarias municipais da saúde das 497 cidades gaúchas expandam localmente a campanha contra o coronavírus, que avança diariamente no Rio Grande do Sul. Isso inclui a redução de faixas etárias mínimas para receber a picada no braço.

No início da noite desta terça-feira, dados oficiais apontavam mais de 6,07 milhões de habitantes do Estado já haviam recebido a primeira dose, o que representa 78,3% do grupo prioritário (5,25 milhões de gaúchos), 71% dos indivíduos vacináveis (8,95 milhões de adultos em geral) e 55,9% da população geral gaúcha (11,3 milhões).

O esquema completo de imunização, por sua vez, contempla até agora quase 2,62 milhões – seja quem recebeu duas doses para fármacos com esse sistema ou os contemplados pela vacina da Janssen (apenas uma injeção). Isso representa 48,9% do grupo prioritário, 32,5% dos indivíduos vacináveis e 25,6% da população geral.

No caso específico da Janssen, as aplicações – iniciadas há um mês – contemplam até este momento quase 288 mil habitantes do Rio Grande do Sul. Essas e outras informações constam na base de dados da Secretaria Estadual da Saúde, atualizada diariamente por meio das redes sociais e de link específico no site estado.rs.gov.br.

(Marcello Campos)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Casos fatais de coronavírus chegam a 33.147 no Rio Grande do Sul
Zoológico de Sapucaia e Jardim Botânico de Porto Alegre promovem dia de ingresso solidário nesta quinta
Deixe seu comentário
Pode te interessar