Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Colunistas Dicas para prevenir a dor lombar

Compartilhe esta notícia:

Procure apoiar as costas inteiras na cadeira. (Foto: Reprodução)

A lombalgia não se trata de uma doença, mas sim de um conjunto de sintomas que podem, quando não há o tratamento correto, prejudicar permanentemente a qualidade de vida do paciente. Na maioria das vezes, é provocada por má postura e outras práticas não saudáveis.

A maioria dos casos de lombalgia está relacionada à má postura, principalmente na hora de realizar exercícios físicos ou outras atividades do dia a dia que exigem certo esforço físico. Por isso, é muito importante que pessoas que praticam esportes ou trabalham levantando pesos ou realizando outras atividades do tipo tomem os devidos cuidados quanto à postura e ao uso de sapatos adequados, que vão ajudar a amortecer os impactos.

Não permaneça sentado mais do que 50 minutos seguidos. Levante-se, constantemente, da posição sentada, para aliviar a pressão nos discos e relaxar a musculatura.

Em viagens de automóvel, desça do carro a cada hora e meia e caminhe alguns passos. Muitas pessoas entram em crise aguda de dor lombar ou dor ciática, após permanecer sentadas por longos períodos.

Na academia, exercícios com peso sentado geram sobrecarga maior na coluna. Prefira fazê-los em pé, com a postura correta.
Ao abaixar-se, dobre os joelhos. Tudo que estiver abaixo do nível das mãos, você deve alcançar dobrando os joelhos e não a coluna. Evite assistir televisão deitado em movimento de torção ou sentado em postura sem apoio para lombar. No trabalho regule corretamente a altura da cadeira e sente-se de modo a apoiar a coluna no encosto.

Além disso, pessoas com sistema imunológico mais suscetível, que possuem doenças ósseas ou outras doenças que possam afetar a região da lombar de alguma maneira; com deformidades na coluna; fumantes; e idosos também devem dobrar a atenção.

O tratamento pode variar bastante de acordo com a causa e com a intensidade dos sintomas da lombalgia. São recomendados tratamentos complementares as terapias medicamentosas, que vão ajudar na recuperação total da coluna e no alívio da dor, como osteopatia, acupuntura, massagem terapêutica, RPG, fisioterapia, entre outros.

Ser bem orientado para realização de exercícios, bem como a realização de alongamentos, é parte fundamental do tratamento para que o paciente consiga retomar as atividades normalmente.

Previna a dor lombar seguindo algumas dicas diárias:

— não passar períodos de tempo excessivos na mesma posição (sentado, por exemplo);
— manter uma postura correta (sentado ou de pé);
— fazer exercício físico (natação, caminhadas ou ginásio devidamente acompanhado) bem como alongamentos diários;
— ter um peso saudável;
— evitar carregar pesos significativos; se o fizer, utilizar as pernas, dobrando os joelhos e mantendo as costas direitas de forma a estabilizar a posição da coluna;
— se passar muito tempo sentado, fazer pausas que permitam movimentar e flexibilizar a coluna (ex. alongamentos).

Filipe Guerrero Gracia — Osteopata DO MRO Br

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

MP camarada garante calote milionário das aéreas
Confiando na palavra de Gilberto Kassab, governador gaúcho dará um salto no escuro?
Deixe seu comentário
Pode te interessar