Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Economia Dólar tem nova alta nesta sexta e renova patamar recorde de fechamento

Compartilhe esta notícia:

A moeda norte-americana encerrou o dia em R$ 4,3926 na venda, alta de 0,02%.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
A moeda norte-americana encerrou o dia em R$ 4,3926 na venda, alta de 0,02%. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

O dólar subiu novamente alcançou novo recorde de fechamento nesta sexta-feira (21). A moeda norte-americana chegou a alcançar, pela primeira vez, a faixa de R$ 4,40, mas encerrou o dia a R$ 4,3926 na venda, uma alta de 0,02%. Ao abrir chegou a R$ 4,4061, outro recorde. Na mínima, foi a R$ 4,3725.

O dólar turismo foi negociado a R$ 4,5882 e em casas de câmbio, considerando a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), chegou a ser oferecido acima de R$ 4,60 para compra em papel moeda e a R$ 4,84 no cartão pré-pago.

A marca de R$ 4,40 é o maior valor nominal já registrado – sem considerar a inflação. Com ela no cálculo, a maior cotação do dólar desde lançamento do Plano Real foi a atingida no final de 2002. Com a correção pelo IPCA, a máxima histórica é a do dia 22 de outubro de 2002, quando a moeda dos EUA fechou a R$ 3,9552, o equivalente atualmente a R$ 11,016.

O dólar chegou a perder força após a divulgação de dados ruins nos Estados Unidos sobre a atividade nos setores de manufatura e serviços e com as empresas cada vez mais preocupadas com os impactos do coronavírus. O Índice IHS Markit caiu para 49,4 em fevereiro, o menor desde outubro de 2013, segundo a agência Reuters. Na semana, o dólar acumulou alta de 2,16%. No mês, o avanço é de 2,51%. Em 2020, já subiu 9,55%.

tags: altadólar

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Homem de 76 anos morre em acidente na BR 116, em Canoas
Os Estados Unidos reabrem mercado para a carne bovina in natura do Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar