Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Brasil Em carta, Bolsonaro reitera pedido a senadores para não alterarem MP 870

Presidente foi questionado sobre divergência entre a versão dele e a oficial para a morte do pai do presidente da OAB. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A carta que Jair Bolsonaro mandou para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi divulgada por Alcolumbre em sua conta no Twitter. Nela, o presidente pede que os senadores aprovem a Medida Provisória (MP) 870, que trata da reforma administrativa, sem alterações. Segundo Bolsonaro, a MP foi aprovada na Câmara com “mais de 95% de sua integralidade”. Ele argumenta ainda que a reforma administrativa é “urgente à austeridade e sustentabilidade da máquina pública”.

“Na tramitação da proposta, a Câmara dos Deputados fez algumas alterações pontuais – que o Poder Executivo respeita e acata. Solicito, portanto, que as senhoras e os senhores senadores aprovem a Medida Provisória nº 870, de 2019, conforme o texto recebido da Câmara dos Deputados”, diz um trecho da carta.

O presidente da República lembra que a MP perderá seu efeito se não for aprovada até o dia 3 de junho e que isso será “um retrocesso que causará prejuízos a toda nação brasileira”. Além do presidente da República, os ministros Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública; Paulo Guedes, da Economia; e Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, também assinam o texto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados e o ministro da Economia articulam reduzir a jornada de servidores para cortar gastos
Atletas gaúchos com participação confirmada nos Jogos Panamericanos de 2019 serão homenageados no Palácio Piratini
Deixe seu comentário
Pode te interessar