Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Saúde Empresa farmacêutica inicia testes de vacina combinada contra a gripe e a Covid-19

Compartilhe esta notícia:

A Novavax espera obter os resultados dos testes no primeiro semestre de 2022

Foto: Freepik
Órgão diz que recusa a vacinação não é justificativa para manter trabalho remoto. (Foto: Freepik)

A empresa farmacêutica norte-americana Novavax Inc informou, nesta quarta-feira (08), que começou a testar, ainda em estágio inicial, uma vacina combinada contra a gripe e a Covid-19.

O ensaio, conduzido na Austrália, envolverá 640 adultos saudáveis ​​de 50 a 70 anos. Eles devem ter sido previamente infectados com o coronavírus ou terem tomado a vacina contra a Covid-19 pelo menos oito semanas antes dos testes.

Os participantes receberão uma combinação da vacina contra a Covid-19 da Novavax, a NVX-CoV2373, e do imunizante contra a Influenza, a NanoFlu, junto com um adjuvante. Em estudos pré-clínicos, a vacina NanoFlu/NVX-CoV2373 gerou respostas robustas para influenza A e B e protegeu contra o coronavírus.

“A combinação dessas duas vacinas pode levar a maior eficiência para o sistema de saúde e alcançar altos níveis de proteção contra a Covid-19 e Influenza com um único regime de dose”, disse o presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Novavax, Gregory Glenn.

A farmacêutica espera obter os resultados dos testes no primeiro semestre de 2022. Em junho, um estudo de fase 3 publicado na The New England Journal of Medicine mostrou que a vacina contra a Covid-19 da Novavax tem eficácia de 89,7% contra a infecção. O imunizante é administrado em duas doses, com um intervalo de 21 dias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Japão desiste de sediar o Mundial de Clubes deste ano por causa do coronavírus
Governo brasileiro leva diplomatas estrangeiros, parlamentares e jornalistas para percorrer a Amazônia
Deixe seu comentário
Pode te interessar