Domingo, 12 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Brasil Facebook e Google são suspeitos de sonegar impostos no Brasil

Compartilhe esta notícia:

No Brasil, o Google domina mais de 90% do segmento de mecanismos de busca. (Foto: Reprodução)

ARF (Receita Federal) brasileira conduz em absoluto sigilo, desde fevereiro do ano passado, uma investigação contra o Google e o Facebook, dois gigantes da internet. Eles estão sob suspeita de sonegação de impostos no Brasil.

O órgão, vinculado ao Ministério da Fazenda, criou uma força-tarefa para investigar as empresas por ordem da própria presidenta Dilma Rousseff, segundo informações veiculadas pelo colunista Ilimar Franco, do jornal O Globo. Essas duas empresas venderiam publicidade aqui e receberiam em paraísos fiscais, de acordo com o periódico. Com isso, estariam lucrando fora da lei brasileira que rege os concorrentes.

Caso
O caso veio à tona depois que a Meio e Mensagem, publicação especializada no meio publicitário, revelou estimativas informais do mercado de que o Google faturou 3,5 bilhões de reais com publicidade no Brasil em 2013. A receita do Facebook no País teria girado em torno de 300 milhões de reais no ano passado. Essa estimativa colocaria a internet em segundo lugar no faturamento publicitário brasileiro, apenas atrás das TVs abertas.

As duas empresas, porém, não revelam oficialmente os ganhos com publicidade no Brasil e não participam do projeto Inter-Meios, que contabiliza os ganhos do mercado nacional. Depois disso – e somado ao fato de que países como França e Alemanha já investigam suposta sonegação fiscal dessas corporações –, o governo determinou a investigação. Procurada pelo jornal Diário de S. Paulo, a RF não negou que esteja investigando as empresas, mas não deu detalhes da apuração. (DSP)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Uso de agrotóxicos no Brasil cresceu 700% em 40 anos
Juiz impõe prisão domiciliar a ex-presidente de banco português
Deixe seu comentário
Pode te interessar