Domingo, 05 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Brasil Federação de petroleiros recomenda a suspensão temporária da greve da categoria

A paralisação começou em 1º de fevereiro

Foto: Divulgação
A paralisação começou em 1º de fevereiro. (Foto: Divulgação)

O conselho deliberativo da FUP (Federação Única dos Petroleiros), que reúne entidades sindicais de todo o País, decidiu recomendar a suspensão provisória da greve. A interrupção da paralisação ainda precisa ser votada em assembleias realizadas pelos sindicatos de cada Estado.

O objetivo da suspensão temporária é, segundo nota divulgada pela federação, permitir que a comissão de negociação da entidade participe nesta sexta-feira (21) de uma reunião de mediação no TST (Tribunal Superior do Trabalho), com representantes do Ministério Público do Trabalho.

“O indicativo destaca ainda que a greve será retomada, caso não haja avanços na mediação feita pelo Tribunal”, afirmou a FUP em nota divulgada na noite de quarta-feira (19).

A reunião de mediação entre a Petrobras e os petroleiros, marcada pelo ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do TST, foi condicionada à suspensão da greve, que começou no dia 1º de fevereiro.

Entre as reivindicações da categoria, segundo a FUP, estão as demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná, o descumprimento do acordo coletivo de trabalho, as privatizações e o alto preço dos combustíveis.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Petrobras registra lucro de R$ 40 bilhões em 2019, o maior da história da estatal
Fernando Henrique Cardoso diz que o Brasil precisa de lideranças políticas
Deixe seu comentário
Pode te interessar