Segunda-feira, 06 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Cloudy

Política “Forças Armadas são âncora do governo”, diz Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Bolsonaro disse ainda que o Brasil tem um governo que “valoriza a família, adora a Deus e reconhece o valor de seus militares”

Foto: Alan Santos/PR
(Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (09) que as Forças Armadas são “a grande âncora de seu governo” e que o Brasil tem um governo que “valoriza a família, adora a Deus e reconhece o valor de seus militares”. Bolsonaro participou de um almoço com os oficiais-generais das Forças Armadas, no Clube Naval, em Brasília.

Durante seu discurso, ele destacou a aprovação no Congresso do projeto que reestrutura a carreira e modifica o sistema de Previdência dos militares, e disse que o texto será sancionado nos próximos dias. O governo espera um superávit de R$ 2,29 bilhões para os cofres da União até 2022 com a aprovação do projeto.

Para o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, essa reestruturação é mais uma contribuição dos militares para o esforço fiscal do governo. “Ela representou, possivelmente, a mais importante realização do ano de 2019, corrigindo anos de antigas distorções, valorizando a meritocracia, a experiência e a retenção de talentos, requisitos fundamentais para permitir que o Brasil tenha Forças Armadas modernas”, disse. Mais cedo, no Palácio do Planalto, Bolsonaro participou de outra cerimônia de cumprimentos aos oficiais-generais recém-promovidos nas três forças.

“Os senhores são os responsáveis, como nossos antepassados foram, também pela garantia da democracia e da liberdade. Por momentos que veio a tragédia em nosso país, as Forças Armadas sempre se fizeram presente. Alguns colegas nossos perderam a vida, outros tiveram a honra destroçada, mas nós resistimos. Nós, cada vez mais, provamos que estamos no caminho certo e queremos sim, de fato, um Brasil diferente. Afinal de contas, ninguém tem o que nós temos. O que nos falta é fé, coragem e determinação para mudarmos o destino do Brasil”, disse Bolsonaro aos novos oficiais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Para ministro do Supremo, juiz pode decretar prisão em segunda instância
“Corrupção abala confiança no regime democrático”, diz o ministro Sérgio Moro
Deixe seu comentário
Pode te interessar