Domingo, 14 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Música Gilberto Gil completa 80 anos de vida e o legado de um dos artistas mais importantes do Brasil é celebrado em uma série familiar

Compartilhe esta notícia:

Gilberto Gil completou 80 anos neste domingo. (Foto: Reprodução)

Gilberto Gil completa 80 anos neste domingo (26), mas já abriu as comemorações do aniversário em grande estilo! A série “Em Casa com os Gil” acaba de estrear no catálogo do Amazon Prime Video . A obra, que mistura documentário com reality show, mostra o cantor reunido com a esposa, os filhos, entre eles, Preta Gil e Bela Gil, e os netos, em um clima de proximidade e intimidade nunca exibido antes.

A série foi gravada no ano passado, no auge da pandemia do coronavírus. A família se isolou em uma espécie de retiro criativo dentro de um sítio em Araras, no interior do Rio de Janeiro, para dar início aos ensaios da turnê de comemoração pelos 80 anos de Gilberto.

Além de abordar e discutir temas muito presentes na sociedade, como futebol, política, ciência, racismo e diversidade, a série traz parte da obra musical de Gilberto com a curadoria feito pelos filhos e netos. Cada um deles teve que escolher uma canção do artista para fazer parte do repertório dos espetáculos. Os shows da turnê, “Nós, a Gente”, têm início no dia do aniversário de Gil, na Alemanha.

Temas delicados

“Em Casa com os Gil” traz discussões acaloradas em tom de debate, mas não há brigas ou desentendimentos como nos realities mais populares. A produção se preocupa em fazer um passeio por momentos notórios da vida e da carreira de Gilberto Gil, como, por exemplo, a prisão durante a ditadura militar, em 1968. O artista descreve como “constrangimento” o fato de ter sido detido no próprio apartamento.

Ele também relembra o período em que permaneceu como Ministro da Cultura. Segundo Maria, a quinta filha, políticos de Brasília não levaram fé na longevidade da parceria com o Governo Federal. “Tinha um bolão de que ele não ia durar 6 meses”, conta. Há, também, desabafos sobre situações desconcertantes provocadas pelo racismo, como uma vivenciada pela filha mais velha, Nara, em um bairro de elite do Rio de Janeiro: “Um segurança me perguntou: ‘o moleque tá lhe incomodando?’. Eu respondi: ‘Moleque? Ele é meu filho'”.

Morte é outro tema tratado com naturalidade. O assunto vem à tona por conta da escolha musical do neto Bento, filho de Bem Gil: “Não Tenho Medo da Morte”. “Essa música já era a favorita do Bento desde que ele tinha 14 anos, indicando um pouco dessa presença em sua alma, dessa tensão curiosa sobre a finitude”, disse Gilberto Gil, em reportagem publicada pela Veja. “Meu pai tem a sabedoria de dizer que somos finitos”, completa Preta, à publicação.

Preta Gil

Segundo Gilberto, Preta Gil quem sugeriu a ideia de uma turnê em família, visto que uma parte considerável dos filhos e netos são artistas e herdaram a veia musical do veterano. “Ela sugeriu: ‘pai, a gente podia ir com a família, ao mesmo tempo, fazer um passeio e cantar por aí. Eu não conheço bem essa coisa de andar pelo mundo’. E eu disse: ‘então, vamos embora”, contou o cantor, durante entrevista coletiva da série.

O plano inicial era que a turnê fosse gravada para virar a série. No entanto, com a pandemia, os shows tiveram que ser postergados. Foi, então, que surgiu a ideia de documentar a preparação e os ensaios para formar a primeira temporada.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Música

Neymar, craque no campo e na publicidade
Rita Lee e Roberto de Carvalho relançam o disco “Saúde”
Deixe seu comentário
Pode te interessar