Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Rio Grande do Sul Gramado, na Serra Gaúcha, instala monitoramento em tempo real para conter a disseminação do coronavírus

Compartilhe esta notícia:

O equipamento abrange rádios conectados à internet com sensores de presença que conseguem identificar o número pessoas em determinado ambiente

Foto: Carlos Borges/Divulgação/ Prefeitura de Gramado
O equipamento abrange rádios conectados à internet com sensores de presença que conseguem identificar o número pessoas em determinado ambiente. (Foto: Carlos Borges/Divulgação/ Prefeitura de Gramado)

A Prefeitura de Gramado, na Serra Gaúcha, confirmou que segue investindo na implantação de medidas para evitar a disseminação do coronavírus. Um sistema que identifica aglomerações e emite alerta às autoridades municipais sanitárias e de segurança está implantado na rua Coberta, no Centro, desde sábado (29).

O equipamento abrange rádios conectados à internet com sensores de presença que conseguem identificar o número pessoas em determinado ambiente. “Se o número for excedente ao previsto, os gestores do Gabinete de Crise são informados por SMS e a fiscalização é acionada”, explica o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Anderson Boeira, que também coordena o Gabinete de Crise.

Conforme Boeira, estrutura semelhante de monitoramento vai ser implantada em breve na praça das Etnias e no Lago Negro. “O sistema é uma das ações que devem ser implantadas pela Prefeitura de Gramado, somando-se as medidas já executadas, como as barreiras sanitárias em duas entradas da cidade”, completa o secretário.

Mais de três mil abordagens foram realizadas pelos monitores sanitários, além de serem implementados cinco processos sanitários com interdição de estabelecimentos e o registro de duas ocorrências policiais por agressões recebidas pelos fiscais de parte de comerciantes.

Além da plataforma tecnológica, foram colocadas grades para limitar o acesso e a aglomeração de pessoas na rua Coberta. “Priorizando o local como espaço de passagem e não de concentração de pessoas. Sabemos que a rua Coberta é um atrativo turístico, mas neste momento precisamos priorizar a saúde”, comenta o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo.

Outra medida a ser adotada pela Prefeitura de Gramado é a contratação de mais 23 monitores sanitários, que devem se somar aos profissionais em atuação no momento. O projeto de lei está sendo encaminhado à Câmara de Vereadores.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Como o Peru se tornou o país com a maior taxa de mortalidade por coronavírus no mundo
Governo do Rio Grande do Sul divulga nesta terça-feira o cronograma de retomada das aulas
Deixe seu comentário
Pode te interessar