Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Bem-Estar Hospital de Clínicas de Porto Alegre confirma que participará de testes da vacina de Oxford

Compartilhe esta notícia:

Santa Maria também participará de estudo, que foi retomado nesta segunda-feira

Foto: Reprodução
Santa Maria também participará de estudo, que foi retomado nesta segunda-feira. (Foto: Reprodução)

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre confirmou que irá participar dos testes da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca. A cidade de Santa Maria também passará a participar do estudo no Estado. Os testes da vacina no Brasil foram retomados na segunda-feira (14).

Em comunicado, a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), que coordena os testes no País desde junho, informou que a retomada acontece após a liberação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e também pelo Conep (Conselho Nacional de Ética em Pesquisa).

“A Unifesp comunica que todos os centros participantes do estudo aqui no país retomam a aplicação das vacinas nos voluntários nesta segunda (14).”

A universidade de Oxford irá também dobrar o número de voluntários que serão imunizados no País, de 5 mil para 10 mil pessoas. Para isso, o número de cidades participantes do estudo também dobrará – além de Porto Alegre e Santa Maria, Natal, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador terão voluntários testados.

A liberação para a retomada dos testes no país aconteceu no começo da noite de sábado (12). Em nota no dia, a Anvisa afirmou que aprovou a retomada após avaliação do caso.

“Após avaliar os dados do evento adverso, sua causalidade e o conjunto de dados de segurança gerados no estudo, a Anvisa concluiu que a relação benefício/risco se mantém favorável e, por isso, o estudo poderá ser retomado. É importante destacar que a Anvisa continuará acompanhando todos os eventos adversos observados durante o estudo e, caso seja identificada qualquer situação grave com voluntários brasileiros, irá tomar as medidas cabíveis para garantir a segurança dos participantes.”

Também na noite de sábado, a AstraZeneca informou que os ensaios clínicos da vacina contra o coronavírus seriam reiniciados no Brasil nesta segunda – e que a decisão veio após a confirmação emitida pela Anvisa.

A Universidade de Oxford comunicou a retomada dos testes no sábado. Segundo o documento divulgado pela universidade, foi realizado um processo de revisão e, de acordo com as recomendações de um comitê de revisão de segurança independente e do regulador do Reino Unido, os testes poderão ser retomados.

Os estudos haviam sido suspensos na terça-feira (08), após um participante apresentar reações adversas sérias. De acordo com o jornal The New York Times, o participante teve mielite transversa, uma síndrome inflamatória que afeta a medula espinhal e costuma ser desencadeada por infecções virais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Na mesma profissão, homem branco chega a ganhar mais que o dobro da mulher negra, diz estudo
Austrália não registra mortes por coronavírus pela primeira vez em dois meses
Deixe seu comentário
Pode te interessar