Segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Indiana é o primeiro Estado norte-americano a restringir o aborto após decisão da Suprema Corte dos EUA

Compartilhe esta notícia:

A lei estadual entrará em vigor em 15 de setembro

Foto: Reprodução
A lei estadual entrará em vigor em 15 de setembro. (Foto: Reprodução)

Indiana se tornou o primeiro Estado dos EUA a aprovar uma lei para restringir o acesso ao aborto após a Suprema Corte anular a decisão de 1973, conhecida como Roe versus Wade, que legalizava a prática em todo o país.

A proibição quase total do aborto foi aprovada pelos legisladores e assinada pelo governador de Indiana, o republicano Eric Holcomb, na sexta-feira (05).  A lei estadual, que entrará em vigor em 15 de setembro, inclui algumas exceções.

Os abortos serão permitidos somente em casos de estupro e incesto, para proteger a vida e a saúde física da mãe e se um feto for diagnosticado com uma anomalia letal.

Os procedimentos poderão ser realizados apenas em hospitais ou ambulatórios de propriedade de hospitais, o que significa que todas as clínicas de aborto perderão as suas licenças.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Tribunal de Justiça gaúcho alerta para golpe envolvendo precatórios
Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões neste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar