Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Irã registra recorde diário de coronavírus, com mais de 27 mil casos

Compartilhe esta notícia:

País do Oriente Médio mais afetado pelo coronavírus, o Irã também contabilizou mais 250 mortes ligadas à Covid-19

Foto: Reprodução
País do Oriente Médio mais afetado pelo coronavírus, o Irã também contabilizou mais 250 mortes ligadas à Covid-19. (Foto: Reprodução)

O Irã registrou um novo recorde no número de casos diários de Covid-19 – anunciou o Ministério da Saúde, nesta terça-feira (20), que ontem adotou rígidas restrições na capital do país, Teerã, para conter a propagação do vírus. Nas últimas 24 horas, o Irã registrou 27.444 novas infecções por coronavírus, elevando o balanço total para 3.576.148 casos desde o início da pandemia no território.

País do Oriente Médio mais afetado pelo coronavírus, o Irã também contabilizou mais 250 mortes ligadas à Covid-19 e agora acumula um total de 87.624 óbitos. O recorde anterior de número de casos era de 25.582, atingido em 14 de abril.

As autoridades já reconheceram que o balanço real de vítimas pode ser maior do que os números oficiais divulgados até o momento. Para tentar conter o avanço do vírus, o Irã anunciou na segunda-feira (19) um aumento das restrições em Teerã e seus arredores, incluindo o fechamento de bancos e repartições públicas por uma semana.

A decisão coincide com a festa muçulmana do Eid al Adha, celebrada nesta quarta-feira (21) na República Islâmica. No início do mês, o presidente Hassan Rohani alertou sobre uma “quinta onda” no país, devido à entrada da variante Delta. Sufocado pelas sanções americanas, o Irã enfrenta dificuldades para importar vacinas anticovid-19 para seus 83 milhões de habitantes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

CPI da Covid decide evitar novos confrontos com as Forças Armadas e a Polícia Federal
Bolsonaro diz que apresentará “provas de fraude” na eleição na “semana que vem”
Deixe seu comentário
Pode te interessar