Sábado, 31 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Rio Grande do Sul Em mais de seis meses, o Rio Grande do Sul ultrapassa os 200 mil testes positivos e já se aproxima das 5 mil mortes por coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Idosos se mantém como perfil predominante entre os casos fatais da Covid. (Foto: EBC)

Divulgado nesta sexta-feira (2), o mais recente boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual da Saúde) acrescentou 3.375 testes positivos de coronavírus e 37 mortos à estatística da pandemia no Rio Grande do Sul. Os números ampliaram para 200.427 o contingente de infectados desde março, dos quais 185.523 (93%) já se recuperaram e 4.852 faleceram.

Porto Alegre permanece no topo da tabela, tanto em número de notificações (31.771) quanto de desfechos fatais (1.036). Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, é a vice-líder em contágios (9.229), seguida por Passo Fundo, na Região Central (7.326). Já Canoas (Região Metropolitana) aparece na segunda colocação em quantidade de óbitos (274), tendo em terceiro lugar Novo Hamburgo (172).

Esse status contrasta com o verificado em três cidades gaúchas de pequeno porte, que até agora não registram qualquer caso de Covid. São elas Cerro Branco (Região Central), Coqueiro Baixo (Vale do Taquari) e Garruchos (Fronteira-Oeste), que juntas representam apenas 0,6% do total de 497 municípios.

De acordo com o relatório atualizado pelo governo do Estado, as mortes mais recentes causadas por Covid tiveram como vítimas indivíduos de 39 a 95 anos, mas de modo geral a doença continua tendo como vítimas predominantes os idosos – apenas sete dos 37 novos falecimentos não se enquadram nesse perfil.

Perdas humanas

Confira a seguir a lista desta sexta-feira, de forma resumida por local de residência (em ordem alfabética), gênero (feminino ou masculino) e idade:

– Alpestre (mulher, 67 anos);

– Alvorada (mulher, 75 anos);

– Cachoeirinha (mulher, 59 anos);

– Canoas (mulher, 94 anos);

– Canoas (mulher, 69 anos);

– Canoas (mulher, 46 anos);

– Carazinho (homem, 79 anos);

– Cruzaltense (homem, 66 anos);

– Dilermando de Aguiar (homem, 92 anos);

– Erechim (homem, 65 anos);

– Esteio (mulher, 40 anos);

– Faxinalzinho (mulher, 50 anos);

– Gravataí (homem, 68 anos);

– Guaíba (homem, 74 anos);

– Guaíba (mulher, 77 anos);

– Ijuí (homem, 95 anos);

– Ijuí (homem, 56 anos);

– Lajeado (mulher, 64 anos);

– Novo Hamburgo (homem, 79 anos);

– Panambi (mulher, 73 anos);

– Passo Fundo (mulher, 69 anos);

– Passo Fundo (mulher, 80 anos);

– Porto Alegre (homem, 73 anos);

– Porto Alegre (mulher, 65 anos);

– Porto Alegre (homem, 64 anos);

– Porto Alegre (homem, 77 anos);

– Porto Alegre (mulher, 68 anos);

– Porto Alegre (homem, 92 anos);

– Rio Grande (homem, 64 anos);

– Rio Grande (homem, 73 anos);

– Rio Grande (mulher, 39 anos);

– Rio Grande (homem, 76 anos);

– Rio Grande (mulher, 86 anos);

– Santa Maria (mulher, 81 anos);

– Santiago (mulher, 72 anos);

– Sapucaia do Sul (mulher, 53 anos);

– Taquara (mulher, 77 anos).

Gestantes

a.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Mapa preliminar do Distanciamento Controlado volta a apresentar bandeira vermelha no RS
“Teto pode ser flexibilizado em segunda onda de pandemia”, diz Guedes
Deixe seu comentário
Pode te interessar