Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Magazine “Sou o Moisés de vocês”, diz Kanye West ao afirmar que artistas negros são escravizados

Compartilhe esta notícia:

Kanye (foto) ainda falou sobre Drake, seu antigo desafeto, e que ele diz ter ameaçado sua família de morte

Foto: Reprodução
Kanye (foto) ainda falou sobre Drake, seu antigo desafeto, e que ele diz ter ameaçado sua família de morte. (Foto: Reprodução)

Kanye West voltou a desabafar na internet, na noite de segunda-feira (14), dois anos após acusar Drake de supostamente ameaçar sua família de morte. “Preciso de um pedido público de desculpas de J Cole e Drake imediatamente. Sou Nat Turner… Estou lutando por nós”, começou ele em seu Twitter.

“Eu sou o segundo negro mais rico dos EUA… Preciso de todos meus iguais comigo para nos libertarmos. Também estou esperando encontrar Sean Carter”, escreveu ele, que se corrigiu em seguida. “Desculpem. Eu quis dizer Shawn Carter [nome de batismo de Jay-Z]… sem desrespeitar meu irmãozão”, ainda escreveu ele.

“Não sou irmão da indústria… não me importo… estou a serviço de Cristo … precisamos da cura mundial… sinto falta dos meus irmãos… me recuso a discutir com homens negros nos rótulos que nós não possuímos… nem mesmo o Twitter. Tenho o maior respeito por todos os irmãos… precisamos nos conectar e respeitar uns aos outros… chega de zombar uns dos outros em rótulos que não pertencemos”, ainda completou Kanye.

“Tenho certeza de que Steve Stoute ficou magoado por não ter fechado o negócio com o McDonald’s … Steve é um bom homem, Trav é um bom homem… meus irmãos, vamos nos levantar… nós nem mesmo somos donos dessas empresas”, ainda publicou o rapper e empresário.

Em seguida, Kanye falou sobre o racismo e morte de negros nos EUA. “Vamos parar de matar uns aos outros… vamos mostrar a Deus que somos o povo de Deus… meu ego leva o melhor de mim também… Deus não nos mede pelo dinheiro em seu reino… vamos nos amar…Eu amo meus irmãos e sinto falta dos meus amigos… esta é a real. Eu não vou assistir meu povo ser escravizado. Estou colocando minha vida em risco pelo meu povo. A indústria da música e a NBA são navios negreiros modernos. Eu sou o novo Moisés de vocês. Preciso rever os contratos de todos na Universal e Sony”. Na bíblia, Moisés libertou os hebreus da escravidão, abrindo o Mar Vermelho para que eles fugissem.

“Eu deletei aquele tweet sobre riquezas… a riqueza está em nosso amor pela família e nossos irmãos e nosso serviço a Deus… vamos nos levantar… vamos nos comunicar”, escreveu ele, após deletar o post em que dizia ser o segundo homem negro mais rico dos EUA.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Tiago Abravanel conta como foi pedido em casamento: “Estávamos em uma carruagem em Nova York”
Rihanna diz não gostar de aplicativos de namoro: “Pessoas corajosas”
Deixe seu comentário
Pode te interessar