Quarta-feira, 01 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Celebridades Lexa afirma que só vê Guimê uma vez na semana e planeja filhos daqui cinco anos

Casal pensa diminuir correria dos shows no futuro para se dedicar à família

Foto: Reprodução/Instagram

Engana-se quem pensa que vida de cantor de funk é fácil. São muitos shows, rotina atribulada, entrevistas, sessões de fotos, viagens, troca do dia pela noite. Os funkeiros Guimê, 27, e Lexa, 24, casados há quase dois anos, costumam se ver uma vez por semana.

Enquanto o cantor tem uma média de oito shows por mês, a artista faz o dobro disso. “Claro que bate a saudade, mas ele está num estágio em que pode escolher as apresentações que faz. Já está com dez anos de trajetória, e eu estou na correria, não posso me dar ao luxo de optar por shows que quero. Tenho que cumprir tudo”, afirma a cantora.

Guimê concorda com Lexa, com quem se casou em maio de 2018, na Catedral da Sé. Para ele, esse não é o momento de baixar o ritmo, mesmo que “a saudade doa”. “A saudade fica intensa porque a agenda está corrida nesse último um ano e meio. Temos nos encontrado menos. A gente resolve isso por meio da tecnologia. Nós nos amamos muito.”

“A demanda dela é maior e ela gosta de trabalhar. Está num crescimento absurdo e deve aproveitar, mandar marcha, não dá para parar. Ela foi escolhida por Deus”, diz Guilherme Aparecido Dantas, que se converteu neste fim de ano à religião evangélica.

Com o foco na carreira, Léa Cristina Lexa Araújo deixa os planos para aumentar a família para o futuro. “Pode colocar aí mais uns cinco anos. Queria ter dois filhos, um casal seria legal.” “Graças a Deus eu aprendi a enxergar tudo com calma. Eu era da visão de que eu teria que curtir meu filho ainda jovem, mas não é assim. Não teríamos tempo para a família”, pondera Guimê.

Para isso, os dois planejam diminuir o ritmo dos shows nos próximos anos. “Tem que fluir naturalmente. Mas vamos priorizar estar com a família, ter uma vida saudável, porque a noite desgasta a gente. Trampo em excesso é chato. Mas temos metas e só depois de alcançá-las é que daremos essa tranquilizada”, diz.

Por enquanto, Lexa e Guimê devem continuar se vendo pouco, mas matando a saudade sempre que possível. O que eles mais gostam de fazer é curtir a casa deles em Alphaville (Grande SP) com os amigos ou ir comer em algum restaurante próximo.

A rotina de Guimê é bem caseira, embora muitos pensem que é o contrário. “Com o tempo você passa a ter mais carinho pelo corpo e pela saúde. Adoro jogar um game, fazer uma viagem com a Lexa de três ou quatro dias, quando possível, e cuidar dos nossos três cachorros”, diz o artista ao citar os “filhos” – um buldogue francês, um vira-lata, que foi presente de Luisa Mell, e um pug, o mais arteiro de todos e “xodó da mamãe”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Cantor sertanejo Juliano Cezar morre após sofrer infarto durante show
“Viva a diversidade de corpos”, diz Preta Gil
Deixe seu comentário
Pode te interessar