Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

| Madonna apresenta as gêmeas recém-adotadas no Malawi

Compartilhe esta notícia:

Madonna caminha com as filhas gêmeas que adotou no Malawi (Foto: Reprodução/Facebook)

A estrela da música pop Madonna apresentou as suas duas novas filhas nas redes sociais nesta quarta-feira (8), anunciando que finalizou a adoção de gêmeas do Malawi e que está muito feliz em tê-las em sua família. A cantora, de 58 anos, recebeu a autorização da Suprema Corte de Malawi nesta semana para adotar as meninas.

Ela divulgou uma foto no Instagram em que está caminhando com as meninas numa zona rural. As duas usam vestidos brancos e azuis idênticos, e uma usa um chapéu. “Eu estou profundamente agradecida a todos do Malawi que me ajudaram a tornar isso possível, e peço à imprensa para, por favor, respeitar a nossa privacidade neste período de transição”, disse a artista na mensagem divulgada.

Madonna adotou outras duas crianças de Malawi, David Banda e Mercy James, em 2006 e 2009. Ela tem dois filhos biológicos, Lourdes e Rocco.

Críticas

A adoção das gêmeas pela estrela pop foi criticada por algumas organizações beneficentes no país africano. “Ela deveria ter uma abordagem diferente para ajudar as famílias pobres com crianças em vez de adotar”, disse à agência France Press Maxwell Matewere, diretor da Olhos para as Crianças, uma instituição de caridade no Malawi. “A maioria das famílias gostaria de criar seus próprios filhos em casa, se tivesse apoio financeiro.”

“Madonna dá a impressão de que, no Malawi, há um mercado de crianças pobres prontas para adoção”, acrescentou o diretor para o Malawi da Rede Africana para Proteção e Prevenção do Abuso Infantil (ANPPCAN), Ken Mhango.

De acordo com a decisão do tribunal de Lilongwe que autorizou a adoção, cujos trechos foram divulgados pela France Press, Madonna se sentiu “obrigada” a adotar essas crianças. Para a juíza Fiona Mwale, que concedeu a permissão, o trabalho da cantora nos orfanatos a fez se sentir “obrigada a preencher o vazio na vida” das crianças e “abrir sua casa a elas”.

Vida de luxo

Ela poderá dar a estas crianças uma “casa de luxo, espaçosa e confortável em um bairro rico” nos Estados Unidos, diz a decisão. A magistrada acrescenta que, embora Madonna, de 58 anos, tenha “ultrapassado a idade considerada normal para ter filhos”, ela passou com sucesso por um exame médico para provar sua boa saúde.

As duas meninas foram colocadas em um orfanato após a morte de sua mãe logo após o parto. Seu pai saiu de casa para se casar novamente, e sua avó não tinha lugar para elas. O pai das gêmeas, identificado pelas iniciais A.M, concordou com a adoção das filhas, “renunciando permanentemente” a seus direitos parentais, sem compensação financeira.

Madonna é vista pela imprensa como uma das maiores doadoras para projetos infantis no Malawi, que é considerado pela ONU um dos 20 países menos desenvolvidos do planeta. Em 2006, ela criou a fundação Raising Malawi. A cantora afirma ter entregue milhões de dólares para financiar orfanatos e outras instituições de proteção a órfãos nesse país.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de |

Biscoitos Zezé é destaque mais uma vez na mídia internacional pela ação “Bola da Rua”
Papa admite que há corrupção no Vaticano, mas afirma que “está em paz”
Deixe seu comentário
Pode te interessar