Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Partly Cloudy

Brasil Maioria da população brasileira diz ter medo da Polícia Militar, aponta Datafolha

O levantamento, feito por encomenda do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostrou que 62% dos moradores de cidades com mais de 100 mil habitantes têm medo de sofrer agressões da PM. (Foto: Reprodução)

Pesquisa Datafolha feita na terça-feira mostrou que 62% dos moradores de cidades com mais de 100 mil habitantes têm medo de sofrer agressões da PM (Polícia Militar). O levantamento foi feito por encomenda do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que reúne pesquisadores da área. Foram entrevistadas 1.307 pessoas em 84 municípios em todas as regiões do País. A margem de erro é de três pontos.

Em 2012, quando uma pesquisa semelhante foi feita, 48% dos entrevistados relataram esse temor. Naquele ano, porém, foram entrevistados moradores de cidades com 15 mil habitantes ou mais. “A população sente que ou vai ser vítima do criminoso ou da própria corporação”, disse o professor da FGV (Fundação Getulio Vargas) e vice-presidente do Fórum, Renato Sérgio de Lima.

Entre os que relataram ter medo da PM, a maioria são jovens, pobres, autodeclarados pretos e moradores do Nordeste. A pesquisa mostrou ainda que 53% da população têm medo de sofrer violência da Polícia Civil.

O levantamento do Datafolha mostrou também que 81% dos entrevistados temem ser assassinados. Na pesquisa de 2012, eram 65%. Dos que têm medo de morrer, 49% disseram acreditar que poderão ser vítimas de homicídio já no próximo ano. Em 2012, eram 29%.

Mulheres, moradores do Nordeste e autodeclarados pretos são os que mais temem ser assassinados. Estudos têm mostrado que as altas taxas de homicídios, dos anos 2000 para cá, migraram dos grandes centros do Sudeste, como Rio e São Paulo, para o Nordeste. Os negros são as principais vítimas. Quanto às mulheres, há algumas hipóteses para explicar o temor da morte por assassinato, como o medo da violência doméstica.

Ainda de acordo com a pesquisa, 52% da população têm algum parente ou conhecido que foi vítima de homicídio. (Folhapress)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Ex-diretor da Petrobras, Renato Duque começa a negociar delação premiada
Governo do Estado tenta tranquilizar população sobre segurança devido a possíveis protestos da categoria na segunda-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar