Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
29°
Mostly Cloudy

Mundo Menino de seis anos jogado do décimo andar em Londres perde seus movimentos. Adolescente teria sido o autor do crime

Compartilhe esta notícia:

O menino estava na sacada de um museu em Londres, na Inglaterra. (Foto: Reprodução de TV)

Um menino de seis anos que foi jogado de um terraço no museu Tate Modern, em Londres, em 4 de agosto, e sofreu fraturas e hemorragia cerebral, está tendo um “progresso incrível”, disse sua família.

O menino é francês e, por ser menor de idade, não pode ser identificado, de acordo com a lei. Ele ainda é incapaz de falar ou movimentar o corpo, mas seus parentes disseram em um comunicado divulgado no último sábado (07) que têm certeza de que ele consegue compreendê-los.

“Ele sorri, e nós o vimos rir várias vezes”, particularmente quando eles contavam piadas ou liam histórias, disse a família em um comunicado numa página do site GoFundMe, criada logo depois que o menino sofreu a queda, no mês passado. “Ele é um lutador incrível.”

A família levantou mais de US$ 83 mil (cerca de R$ 320 mil) até agora para ajudar em sua recuperação. Ele visitava Londres com a família e estava na plataforma de observação no décimo andar do museu quando foi jogado para fora, despencando cerca de 30 metros sobre um telhado do quinto andar.

Um visitante do museu de 17 anos foi detido por outros frequentadores e preso pela polícia no mesmo dia. A Polícia Metropolitana sugeriu que os dois não se conheciam. O adolescente foi mais tarde acusado de tentativa de assassinato.

O adolescente, que não pode ser identificado por ter menos de 18 anos, será julgado em 3 de fevereiro, informou a BBC. O promotor Sian Morgan disse a um tribunal de Londres que o menino de seis anos foi apanhado “em um movimento rápido” e atirado para o lado. Morgan acrescentou que ele sofreu “ferimentos muito graves”, incluindo fraturas na espinha dorsal, pernas e braços, e “um profundo sangramento no cérebro”.

Após o episódio, o Tate Modern, renomado museu na margem sul do rio Tâmisa, foi interditado, e os visitantes não puderam entrar ou sair da instituição durante cerca de uma hora. A plataforma de observação ficou fechada por vários dias, mas depois foi reaberta.

Outro caso

O menino de 5 anos que foi jogado do terceiro andar do shopping Mall of America em Minnesota nos Estados Unidos por um desconhecido finalmente pode ir para casa. O pequeno Landen Hoffman ficou hospitalizado por quatro meses e meio até finalmente receber alta no último dia 3 de setembro.

A família de Landen falou nas redes sociais sobre a alta do pequeno. Eles revelaram que o pequeno irá entrar para a próxima fase de recuperação e receberá tratamento em sua casa. Ele também poderá retornar para a escola em breve.

Os familiares fizeram o seguinte relato nas redes sociais: “Muito obrigada a todos que rezaram por nós e nos mandaram amor durante esses quatro meses e meio no hospital. Vocês nos ajudaram a ter esperança e nos mostraram a glória de Deus nos momentos mais difíceis”.
Durante o período de internação, Landen passou por diversas cirurgias para reparar o trauma em sua cabeça e os ossos quebrados no corpo inteiro.

Landen foi jogado do terceiro andar do shopping por um homem de 24 anos chamado Emmanuel Aranda. Ele admitiu que foi para o shopping com a intenção de matar alguma pessoa. Emmanuel está preso.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Comunidade questiona a falta de segurança e manutenção do Parque da Redenção, em Porto Alegre
O Brasil registra mais de oito mil mortes “a esclarecer” em 2018, um aumento de 7%
Deixe seu comentário
Pode te interessar