Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Bem-Estar Menos de 2% da população brasileira doa sangue

Com uma simples bolsa de sangue podem ser salvas até quatro vidas. (Foto: Divulgação)

No próximo sábado (25), será celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. No Brasil, muitas pessoas não têm esse hábito ou esbarram em leis muito antigas que os impedem de doar sangue. O número de doadores regulares de sangue aumentou no País nos últimos anos, mas ainda está longe de ser o ideal.

Segundo o Portal Brasil, em 2014, a taxa de doação de sangue para cada mil habitantes no Brasil foi de 18,49, ou seja, 1,8%. Entre 2013 e 2014, houve aumento de 4,5% nas coletas de bolsa de sangue, passando de 3,5 milhões para 3,7 milhões. O que é significativo, mas não suficiente.

Por isso, o Docway,  aplicativo do segmento da saúde no Brasil, resolveu incentivar seus usuários a doarem sangue. Segundo Fabio Tiepolo, CEO do Docway, assim que o aplicativo recebe a informação da falta de determinado tipo de sangue, manda imediatamente uma mensagem a seus usuários incentivando a ação.

“Nós enviamos pushs para os pacientes avisando via aplicativo o tipo sanguíneo que o banco está precisando”, explica. O objetivo do Docway é ajudar a aumentar o número de doadores de sangue, além de auxiliar a cada banco de sangue de acordo com a sua necessidade. Afinal, com uma simples bolsa de sangue podem ser salvas até quatro vidas. Após receber a mensagem, os pacientes interessados em doar devem ir ao banco de sangue indicado.

São requisitos para a doação de sangue no Brasil: estar em boas condições de saúde; estar descansado e bem alimentado; ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos precisam da autorização do responsável para fazer a doação); pesar mais de 50 quilos; portar documento oficial com foto; e respeitar o intervalo mínimo entre cada doação (três meses).

Sangue

O sangue é um tecido líquido, formado por diferentes tipos de células, que circula por todo nosso corpo. Em um adulto circulam, em média, seis litros de sangue.

Uma das funções básicas do sangue é o transporte de substâncias. Ele leva oxigênio e nutrientes para as células; retira dos tecidos as sobras das atividades celulares (como gás carbônico produzido na respiração celular); e conduz hormônios pelo organismo. O sangue desempenha um importante papel de defender o corpo das ações de agentes nocivos.

O sangue parece um líquido homogêneo, no entanto, com a observação por microscópio pode-se verificar que o sangue que é heterogêneo, é composto de glóbulos vermelhos,glóbulos brancos, plaquetas e plasma.

No sangue há diferentes tipos de leucócitos, de diferentes formatos, tamanhos e formas de núcleo: neutrófilos, monócitos, basófilos, eosinófilos e linfócitos. Os leucócitos são maiores do que as hemácias, porém, a quantidade deles no sangue é bem menor. Quando o organismo é atacado por agentes estranhos, o número de leucócitos aumenta significativamente.

Um dos sistemas para classificação do sangue é o sistema ABO. De acordo com ele, há quatro tipos sanguíneo: A, B, AB e O.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Claro e FOX Sports Brasil fecham parceria para envio de Gols em Tempo Real através da rede móvel
Empresa de Lula recebeu 27 milhões de reais por palestras durante 4 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar