Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Mercedes leva multa após Hamilton atrapalhar Mazepin em treino da Fórmula 1 na Arábia Saudita

Compartilhe esta notícia:

Piloto chegou a ser investigado também por desrespeitar bandeiras amarelas em última sessão livre do fim de semana. (Foto: Getty Images)

Segundo colocado no terceiro treino livre do GP da Arábia Saudita neste sábado (4), Lewis Hamilton foi isento de punição após ser investigado por não respeitar bandeiras amarelas duplas acionadas a 22 minutos para o fim da sessão, e por atrapalhar Nikita Mazepin já fim da disputa. Equipe do britânico, a Mercedes foi multada em R$ 159 mil (ou 25 mil euros) pelo lance com o russo da Haas.

A direção de prova justificou que a sinalização de bandeira amarela foi acionada por engano, por cerca de 1s. Após analisarem o vídeo de bordo do piloto, confirmaram que ele não recebeu qualquer tipo de aviso sobre a bandeira amarela no volante, não havendo violação das regras.

No primeiro documento divulgado pela Federação Internacional do Automobilismo (FIA), Hamilton foi acusado de descumprir o Apêndice H do Artigo 2.5.5 do regulamento esportivo da Fórmula 1: o trecho informa que, no caso de uma bandeira amarela dupla, o piloto deve “reduzir sua velocidade significativamente, não ultrapassar e estar preparado para mudar de direção ou parar; há um perigo de bloqueio total ou parcial da pista e ou fiscais trabalhando na pista ou ao lado dela”.

Seu rival na briga pelo título de 2021, Max Verstappen, teve infração semelhante no GP do Catar, prova que antecedeu a etapa em Jeddah. O lance, porém, foi no Q3 da classificação, culminando com a perda de cinco posições de largada para o holandês da RBR.

“O diretor de prova relatou aos comissários que o aviso de bandeira amarela dupla foi ativado acidentalmente, por menos de 1 segundo. Como o vídeo a bordo do carro 44 mostra, não havia bandeira amarela, e a luz de aviso amarela não estava visível no volante do. Ao contrário de outros incidentes este ano, não houve bandeira ou luz amarela exibida ao piloto (que já estava bem no setor de manobra quando o sistema foi brevemente ativado). Portanto, nenhuma violação dos regulamentos ocorreu”, detalhou o documento divulgado pela FIA.

Já os segundo incidente se deu na curva 8, já no final do treino, quando Hamilton quase se encontrou com Nikita Mazepin no trecho e o russo da Haas precisou tirar o pé para evitar uma colisão.

O erro sucedeu outro momento algumas curvas antes, no qual o piloto da Mercedes ficou lento e atrapalhou a volta rápida de Pierre Gasly.

Neste caso, Hamilton teria descumprido o Artigo 31.5 do regulamento, que determina que qualquer piloto que pare no meio da pista sem necessidade ou atrapalhe um rival num treino livre pode, conforme o Artigo 31.4, ter seu tempo de volta excluído ou até perder posições no grid de largada da corrida.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Novo técnico do Manchester United revela que moldará time ao estilo de Cristiano Ronaldo
Na Fórmula 1, Hamilton vence duelo contra Verstappen, com batida e punição na Arábia Saudita
Deixe seu comentário
Pode te interessar