Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Light Rain with Thunder

Brasil Microsoft critica governos e compara o ciberataque ao roubo de uma bomba

Compartilhe esta notícia:

Vírus afetou até o atendimento do INSS no Brasil. (Foto: Reprodução)

A gigante da informática Microsoft divulgou um texto em que critica governos por explorarem vulnerabilidades de sistemas na internet. Essa foi uma referência à NSA (Agência de Segurança Nacional) dos Estados Unidos, que utilizou uma brecha no programa Windows XP em ações de espionagem. O procedimento foi copiado e utilizado por hackers nos ciberataques em massa que atingiram 150 países e fizeram mais de 200 mil vítimas na última sexta-feira em todo o planeta.

O vírus de computador infectou hospitais públicos no Reino Unido, causou a interrupção do atendimento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) no Brasil e afetou, sob diferentes níveis e maneiras, diversas empresas pelo mundo.

“Os governos do mundo devem tratar este ataque como um aviso”, alertou Brad Smith, presidente da Microsoft. “Mais do que nunca, eles precisam seguir uma abordagem diferente das que vêm sendo adotadas e também aderir, no ciberespaço, às mesmas regras aplicadas ao mundo físico”, afirmou ele.

“Finalmente, este ataque fornece mais um exemplo de por que ainda precisamos e devemos considerar o armazenamento de vulnerabilidades pelos governos como um problema”, afirmou Brad Smith.

A empresa também fez a comparações do vazamento desta vulnerabilidade com armamentos utilizados no mundo real. “Um cenário equivalente com armas convencionais seria, por exemplo, o Exército norte-americano ter um de seus mísseis Tomahawk roubado”, citou Smith.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Senac Informática promove curso de Lógica de Programação
Prefeitura lança a UnA: Universidade Aberta de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar