Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Brasil Miguel, Arthur e Alice são os nomes mais comuns de 2017 no Brasil; veja o ranking

Os pais de quase 26 mil bebês escolheram o nome bíblico e o de origem hebraica. (Foto: Freepik)

Miguel foi o nome masculino mais registrado nos cartórios de todo o País em 2017, segundo levantamento da Arpen-BR (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais). De janeiro a 10 de dezembro, os pais de quase 26 mil recém-nascidos escolheram o nome bíblico e de origem hebraica para os seus bebês.

Os nomes de Arthur (21.161 registros) e Davi (15.372) aparecem em segundo e terceiro lugar entre os mais escolhidos este ano. Para as mulheres, os três nomes que lideram o ranking dos registros de nascimento são Alice (18.508), Valentina (13.193) e Helena (12.615).

Considerando os nomes compostos, os primeiros nomes mais escolhidos foram Maria (80.192) e João (44.450). Segundo a associação, Maria tem 885 variações de registro, com destaque para Maria Eduarda. O nome João aparece com 154 variações, com João Miguel sendo a principal.

A pesquisa mostra ainda que Enzo, com ou sem variações, está entre os nomes considerados “da moda” para os meninos, enquanto alguns caíram em desuso, como Liliana, Sônia e Régis. Os nomes identificados como os mais diferentes foram Riquelmi, Moa, Darcksson, Ambar, Iasã, Zeonilde, Dã, Steice e Donald.

A pesquisa foi baseada em informações enviadas à Central de Informações do Registros Civis Nacional pelos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Espírito Santo, de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, do Distrito Federal, de Rondônia, do Acre, Amapá, de Roraima, do Ceará, de Pernambuco e Alagoas. Os cartórios desses estados somam quase 1,5 milhão de registros. Segundo a Arpen, os cartórios dos outros Estados ainda estão adequando o sistema de informação.

Os 10 nomes mais frequentes de meninos:

1. Miguel; 2. Arthur; 3. Davi; 4. Heitor; 5. Gabriel; 6. Bernardo; 7. Lorenzo; 8. Enzo;  Gabriel; 9. Pedro Henrique; e 10. Pedro.

Os 10 nomes mais frequentes de meninas:

1. Alice; 2. Valentina; 3. Helena; 4. Laura; 5. Sophia; 6. Maria Eduarda; 7. Lorena; 8. Julia; 9. Heloisa; e 10. Livia.

Cauã

A quantidade de crianças registradas com o nome Cauã cresceu 3.924% nos anos 2000, segundo levantamento feito pelo IBGE a partir do Censo Demográfico 2010. Foi o nome de celebridade que teve o maior crescimento no período, de acordo com o instituto, provavelmente influenciado pelo sucesso do ator Cauã Reymond.

As variantes como Kauã, Kauam, Cauam e Kauan também estão entre os nomes que mais cresceram no período – no total, foram quase 150 mil registros do nome e variações.

Nas urnas

José e Maria foram os nomes mais comuns entre os candidatos que disputaram as eleições municipais de 2016 no Brasil, de acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Há 28.580 Josés e 20.955 Marias concorrendo neste pleito.

Antonio apareceu em terceiro lugar (10.838), seguido por Francisco (8.062), Paulo (6.678), João (6.476) e Carlos (6.130). Além de Maria, o único nome feminino que apareceu entre as 30 primeiras colocações foi Ana, com 4.163 representantes.

Foram registrados 44,8 mil nomes diferentes entre os 490 mil candidatos que disputaram vagas para vereador, prefeito e vice em todo o País. Trinta mil nomes eram únicos, como Adilhermilson, Esmeranelson, Franciherbenia, Marliorlangela, Raphayanne e Vilmarquex.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Itaipu deve fechar o ano com a quarta melhor produção da história
Os clientes de bancos que precisarem sacar, na boca do caixa, valor igual ou acima de 50 mil reais, em dinheiro, terão que seguir as novas regras
Deixe seu comentário
Pode te interessar