Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Saúde Ministério da Saúde atualiza recomendações para a vacinação de gestantes e puérperas

Compartilhe esta notícia:

Ministro Marcelo Queiroga disse que grávidas podem receber as vacinas da Pfizer e CoronaVac

Foto: Reprodução/Twitter
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com covid ainda nos Estados Unidos. (Foto: Reprodução/Twitter)

O Ministério da Saúde alertou, nesta quinta-feira (08), que grávidas e puérperas (mulheres no período pós-parto) devem ser vacinadas contra o coronavírus com os imunizantes da Pfizer e CoronaVac.

“Os imunizantes que podem ser utilizados em mulheres grávidas são os da Pfizer e CoronaVac. AstraZeneca e Janssen não”, declarou o ministro Marcelo Queiroga.

A exceção à recomendação é para as grávidas e puérperas que já tenham recebido a primeira dose da vacina de Oxford/AstraZeneca. Nesses casos, o ciclo vacinal deve ser completado com a aplicação da segunda dose do imunizante do mesmo fabricante. Queiroga assegurou que a vigilância sanitária será reforçada para “monitorar a possibilidade de eventos tardios que, embora raros, podem acontecer”.

Intercambialidade

O Ministério da Saúde desautorizou a combinação de vacinas, a chamada intercambialidade – estratégia já adotada por alguns municípios que, em alguns casos, aplicaram a primeira dose de uma vacina para, em seguida, utilizar, na mesma pessoa, o imunizante de outro fabricante. Segundo Queiroga, ainda não há nenhuma comprovação médico-científica que valide a prática da intercambialidade, que não é recomendada em nenhum caso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Rio Grande do Sul registra 3.965  novos casos de Covid-19 e mais 77 mortes provocadas pela doença
Banrisul anuncia Plano Safra 2021/2022 com R$ 5,2 bilhões, o maior da história do banco
Deixe seu comentário
Pode te interessar