Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Rio Grande do Sul Ministério Público deflagra operação contra crimes eleitorais no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

Agentes percorreram as ruas de São Francisco de Assis

Foto: Ministério Público do Rio Grande do Sul/Divulgação
Agentes percorreram as ruas de São Francisco de Assis. (Foto: Ministério Público do Rio Grande do Sul/Divulgação)

O Ministério Público do Rio Grande do Sul deflagrou, na manhã desta quarta-feira (25), a Operação Espinhos, cumprindo mandados de busca e apreensão expedidos pela 79ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul em cinco endereços, no município de São Francisco de Assis.

A investigação tem por objeto possíveis irregularidades civis e criminais ocorridas na campanha eleitoral municipal de 2020, como a captação ilícita de sufrágio, o abuso de poder econômico, condutas vedadas a agentes públicos em período eleitoral, corrupção eleitoral (ativa e passiva), associação criminosa e transporte de eleitores no dia da votação. Foram apreendidos celulares, documentos, anotações e HD externo.

Segundo informações obtidas pelo MP, em investigação coordenada pelo promotor Eleitoral Vinícius Cassol, os investigados teriam prometido ou efetivado o pagamento de despesas, além do fornecimento de combustível e entrega de cestas básicas da Secretaria de Desenvolvimento Social, tudo com vinculação a candidatos de uma determinada coligação.

Até o momento, o promotor estima um aumento de aproximadamente 35% no número de cestas básicas fornecidas nos meses da campanha eleitoral, em comparação ao mês imediatamente anterior. Se a comparação for entre as médias dos primeiros seis meses da pandemia (de março a agosto de 2020) e dos três meses de campanha (setembro a novembro), o aumento ultrapassa os 40%.

Após a análise do material apreendido na Operação Espinhos, que contou com a parceria do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), o Ministério Público verificará a necessidade de novas diligências ou tomará as medidas judiciais cabíveis, caso os elementos colhidos sejam suficientes para a análise conclusiva dos fatos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Mundo registra maior número diário de mortes por coronavírus, diz levantamento
Procon Porto Alegre elabora dicas para compras da Black Friday pela internet
Deixe seu comentário
Pode te interessar