Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Cloudy

Política Ministro interino da Saúde diz que mudança em balanço da Covid-19 é apenas uma “proposta”

Compartilhe esta notícia:

Eduardo Pazuello participou de audiência na Câmara dos Deputados

Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Especialista vê pasta 'acéfala'. (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta terça-feira (09), em audiência na Câmara dos Deputados, que a divulgação das mortes por coronavírus pela data em que ocorreram, em vez de quando foram notificadas, como era feito, é apenas uma “proposta”.

Segundo Pazuello, se houver o entendimento de que não é a melhor forma, o ministério poderá voltar a divulgar os dados pelo modelo anterior, que vinha sendo aplicado desde o início da pandemia.

“O que nós queremos propor – eu quero propor – é que a gente pegue o registro e lance no BI [novo sistema desenvolvido pela pasta] a data do óbito para que o gestor possa ver o que aconteceu naquele dia. Senão, ele começa a achar que caiu no fim de semana porque o pessoal não foi trabalhar, ou porque aumentou na terça-feira porque choveu”, afirmou.

E completou: “É só uma proposta. Se nós concluirmos que não, que deixa assim como está, deixa assim como está. Não tem problema nenhum para o Ministério da Saúde”.

Assim como acontece em outros países, o Ministério da Saúde divulgava, além dos números diários do avanço da pandemia, também os dados totais de pessoas infectadas, de mortes e as curvas de infecção por região, por exemplo.

Na semana passada, porém, o governo mudou esse sistema: decidiu excluir os dados totais e divulgar somente os números referentes às últimas 24 horas, o que acaba por revelar números menores.

Na noite de segunda (08), o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes atendeu a um pedido feito por partidos políticos e determinou que o Ministério da Saúde retome o modelo anterior de divulgação.

Na audiência da Câmara, o ministro interino apresentou um novo sistema desenvolvido pela pasta e disse que agora “os números estão disponíveis 24 horas [por dia]. Na hora que chega do gestor [estadual], ele é colocado no BI [nome do sistema]”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Governo desiste de retirar quase R$ 84 milhões do programa Bolsa Família
Rio Grande do Sul tem 12.802 casos de coronavírus e 302 mortes pela doença
Deixe seu comentário
Pode te interessar