Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Cinema Morre a atriz Anna Karina, símbolo da Nouvelle Vague

A atriz fez sete filmes com Godard nos anos 1960

Foto: Divulgação
A atriz fez sete filmes com Godard nos anos 1960. (Foto: Divulgação)

A atriz Anna Karina, conhecida por seus papéis nos filmes de Jean-Luc Godard e um dos símbolos da Nouvelle Vague, morreu no sábado (14), em Paris, em decorrência de um câncer, aos 79 anos, anunciou neste domingo (15) o seu agente, Laurent Balandras.

Francesa de origem dinamarquesa, a atriz de rosto pálido e grandes olhos azuis fez sete filmes com Godard nos anos 1960. Também fez carreira no mundo da música, triunfando ao lado do lendário Serge Gainsbourg.

“Anna morreu em um hospital parisiense vítima de câncer. Ela era uma artista livre e única”, disse Balandras. O marido da atriz, o diretor americano Dennis Berry, estava com ela na hora da morte, segundo o agente.

“Hoje, o cinema francês ficou órfão. Perdeu uma de suas lendas”, afirmou o ministro da Cultura da França, Franck Riester.

Ainda menor de idade, Anna viajou para Paris pedindo carona com a ideia de se tornar atriz. Rapidamente, começou uma carreira como modelo. Foi Coco Chanel quem mudou seu nome verdadeiro, Hanne Karin Bayer, para Anna Karina.

Godard a descobriu em um anúncio e propôs um pequeno papel em “Acossado”, com Jean Seberg e Jean-Paul Belmondo, que ela rejeitou. O cineasta a chamaria novamente alguns meses depois para ser a protagonista de “O Pequeno Soldado”, um filme sobre a guerra da Argélia. Durante as filmagens, surgiu um romance entre os dois que durou vários anos.

Voltar Todas de Cinema

Compartilhe esta notícia:

Pichadores são detidos no Largo dos Açorianos, em Porto Alegre
Agentes penitenciários encontram túnel em presídio gaúcho
Deixe seu comentário
Pode te interessar