Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Mostly Cloudy

Verão Na pandemia: clubes sociais da capital recebem público após adaptações

Compartilhe esta notícia:

A lotação não pode ultrapassar 50% da capacidade prevista no alvará do estabelecimento. (Foto: Divulgação)

Os clubes sociais são uma sensação no verão da capital gaúcha. Em meio a pandemia, os locais tiveram que fazer alterações estruturais para continuar recebendo o público, além de atenderem com capacidade reduzida.

Dona Ana Lúcia frequenta um clube da capital há 15 anos. Mesmo com a pandemia, a aposentada não deixou de aproveitar a academia e as áreas de lazer do estabelecimento. O que mudaram foram os cuidados que precisam ser tomados durante a visita.

Ana Lucia Borba. (Foto: Divulgação)

“A partir do momento que reabriu eu venho na academia, tomo um pouquinho de banho de sol com todos os cuidados, como álcool gel e vejo onde sentar. Um pouco chato, mas dá para vir e continuar vivendo”, relatou a aposentada Ana Lucia Borba.

A prefeitura de Porto Alegre publicou neste ano, um decreto que amplia as atividades em clubes sociais, centros de ginástica e centros de treinamento e similares.

“Ao longo deste período o Grêmio Náutico Gaúcho implementou uma série de adequações para que pudesse se transformar em um ambiente seguro, continuar a ser um ambiente seguro a sede do clube. Então, foram implementados todos os protocolos ditados pelo governo e outros. Nós temos supervisores, gerente que ficam acompanhando as atividades dos associados para que eles efetivamente cumpram as regras”, explicou o membro da diretoria do clube, Milton Dossena.

Os clubes sociais devem funcionar com equipes reduzidas e restrição ao número de sócios simultâneos. A lotação não pode ultrapassar 50% da capacidade prevista no alvará do estabelecimento. Além disso, deverá ser respeitado o distanciamento mínimo de 2 metros, exceto entre familiares.

Dentro das piscinas o distanciamento é maior, estando permitida a ocupação de uma pessoa a cada 10 metros quadrados. “É obrigatório ao entrar no clube verificar a temperatura corporal, também são feitas algumas perguntas para ver se a pessoa está se sentindo bem, é feita a higienização com o álcool gel e a pessoa passa também nos tapetes sanitizantes para que seja diminuído esse risco de contágio exterior para com o clube”, destacou Dossena.

Para circular nas áreas de piscina, é obrigatório o uso de máscara, que pode ser dispensada dentro da água ou na espreguiçadeira. Além disso, é necessário um responsável no local para fazer a contagem de pessoas no acesso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Verão

Aumenta número de salvamentos no litoral
Vai pegar a estrada? Confira algumas dicas
Deixe seu comentário
Pode te interessar