Terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Partly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Acontece “Não aceitaremos a redução do horário de atendimento nos fóruns e tribunais”, afirma Leonardo Lamachia ao assumir a presidência da OAB/RS

Compartilhe esta notícia:

Lamachia (C) sucede a Ricardo Breier, presidente nos triênios 2016/2018 e 2019/2021

Foto: Divulgação
Lamachia (C) sucede a Ricardo Breier, presidente nos triênios 2016/2018 e 2019/2021. (Foto: Divulgação)

Leonardo Lamachia tomou posse como presidente da Ordem gaúcha, nesta segunda-feira (03), em sessão de transmissão de cargos na seccional. A nova diretoria da OAB/RS comandará a entidade no triênio 2022/2024. A cerimônia festiva de posse da OAB/RS e da CAA/RS (Caixa de Assistência dos Advogados) será realizada no mês de fevereiro, com a entrega dos diplomas aos conselheiros federais e seccionais eleitos.

Lamachia sucede a Ricardo Breier, presidente nos triênios 2016/2018 e 2019/2021. Em seu primeiro discurso como presidente da OAB/RS, eleito com 70% dos votos válidos, Leonardo Lamachia destacou a atuação da gestão anterior e ressaltou os compromissos da diretoria eleita, bem como falou sobre os 90 anos de história que a instituição completa neste ano.

“Certamente, é uma grande responsabilidade dar continuidade ao trabalho realizado pelo presidente Ricardo Breier em suas duas exitosas gestões. Passamos pela maior votação da história da OAB/RS e temos toda a legitimidade da advocacia gaúcha para vencer o desafio que se apresenta para 2022: o pós-pandemia. No ano que marca os 90 anos da seccional gaúcha, com toda o peso e tradição da entidade, vamos trabalhar incansavelmente, com o foco em retirar os colegas das dificuldades vividas em razão da crise”, reforçou.

Além disso, Lamachia ratificou que a OAB/RS não aceitará reduções no horário de atendimento nos fóruns e tribunais, conforme grade anunciada pelo TJRS ao final de 2021. “Se a prestação jurisdicional atualmente é insuficiente, nós precisamos de uma ampliação do atendimento e seus horários e não de uma redução. É fundamental para o trabalho da advocacia e para a cidadania em busca de seus direitos que o foro esteja com suas portas abertas no período da manhã e da tarde sem restrições”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Advogado Marcelo Gazen passa o comando da EGR a Zachia nesta quarta-feira
Política é coisa do diabo? O comunicador Tiago Albrecht e o deputado Marcel van Hattem respondem a pergunta
Deixe seu comentário
Pode te interessar