Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Brasil Natação brasileira segue em alta nos Jogos Pan-Americanos

Compartilhe esta notícia:

Vinícius Lanza ganhou bronze nos 100m borboleta (51s88), medalha que foi a centésima do país no Pan. (Foto: Alexandre Loureiro/COB)

Após levar seis medalhas no primeiro dia de finais nos Jogos Pan-Americanos de Lima, na segunda-feira (5), a natação brasileira voltou a conquistar novas vitórias e, inclusive, deu ao país a centésima medalha no evento. Ao todo, foram mais seis medalhas nesta quarta-feira (7), das quais uma de ouro, duas de prata e três de bronze. A natação nacional soma 12 pódios em dois dias e caminha com força para bater o recorde particular de 26 cravado nas edições do Rio 2007 e Toronto 2015. As provas na piscina se prolongam até o próximo sábado (10).

O primeiro momento veio nos 200m livre, com uma dobradinha inédita de dois expoentes da nova geração. O gaúcho Fernando Scheffer, de 21 anos, conquistou a marca de 1min46s68 e foi seguido pelo baiano Breno Correia, 20, que conseguiu 1min47s47 – o norte-americano Drew Kibler foi bronze com 1min47s71. No dia anterior, Scheffer, que é o recordista sul-americano da distância (1min45s51), já havia sido prata nos 400m livre. Correia, por sua vez, já foi campeão no revezamento 4x100m livre. Ambos são os pilares do forte revezamento 4x200m livre nacional, que brigará por medalhas nesta sexta-feira (9).

Na segunda prova masculina do dia veio o segundo grande momento brasileiro: Vinícius Lanza ganhou bronze nos 100m borboleta (51s88), medalha que foi a centésima do país no Pan. Mineiro, de 22 anos, ficou atrás do norte-americano Tom Shields (51s59) e do guatemalteco Luiz Carlos Martínez Mendes (51s63).

Depois de levar o tricampeonato dos 200m borboleta nos jogos Pan-Americanos, Leonardo de Deus voltou à piscina para nadar os 200m costas e voltou a se destacar. Com a marca de 1min58s73, o atleta ganhou a medalha de bronze, logo atrás dos norte-americanos Daniel Carr (1min58s13) e Nicholas Alexander (1min58s30).

Medalhista de prata no revezamento 4x100m livre na terça (6), Larissa Oliveira obteve sua primeira láurea individual ao ficar com o bronze nos 200m livre (1min59s78), atrás das norte-americanas Claire Rasmus (1min58s64, ouro) e Meaghan Raab (1min58s70, prata).

A última vitória brasileira do dia foi no revezamento 4x100m livre misto. A equipe composta por Breno Correia, Marcelo Chierighini, Larissa Oliveira e Etiene Medeiros registrou 3min25s97 e ficou atrás dos Estados Unidos (3min24s84). O México completou o pódio em 3min31s36.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Presidente do Senado e demais lideranças confirmam presença no Troféu SENAR/O SUL 2019
Gilmar Mendes suspende investigação de editor do Intercept Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar