Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Partly Cloudy

Brasil No útero da mãe, um bebê foi baleado na cabeça em uma festa infantil na Zona Norte do Rio de Janeiro

Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, para onde foi levada a gestante. (Foto: Reprodução/Facebook)

Um bebê foi baleado na cabeça dentro da barriga da mãe em Costa Barros, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na noite do último sábado (6). Segundo familiares das vítimas, a mãe estava acompanhada dos filhos em uma festa infantil numa comunidade conhecida como Terra Nostra. Por volta das 20h30, a mãe foi atingida por três disparos —um deles acertou a cabeça do bebê. Familiares dizem não saber a origem dos disparos.

Ela foi encaminhada para o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, onde fez uma cesariana de emergência. Em nota, a RioSaúde, entidade da Prefeitura do Rio que administra a unidade, confirmou que tanto a mãe quanto o filho estão internados no hospital.

“A família, no entanto, não autorizou o hospital a passar nenhuma informação sobre o estado de saúde e qualquer detalhe sobre o prontuário médico”, disse a RioSaúde, em nota.

A irmã da mulher conversou brevemente com a reportagem e informou que as duas vítimas estão se recuperando. “Graças a Deus estão melhorando”, disse.

A reportagem procurou a Polícia Civil, que não informou se a 39ª DP, que atende a região, registrou boletim de ocorrência ou se está investigando de onde partiram os disparos.

Em nota, a PM declarou que não atendeu a ocorrência. Questionada pela reportagem se houve operação policial na região no momento em que a grávida foi atingida, a corporação não respondeu até a publicação da reportagem.

Casos semelhantes

Em janeiro do ano passado, uma grávida foi baleada na cabeça após uma tentativa de assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Ela e o bebê foram submetidos a uma cesariana e sobreviveram.

Michelle Ramos da Silva Nascimento, de 33 anos de idade, passou por cirurgia craniana enquanto equipes da obstetrícia faziam uma cesariana para tentar salvar o bebê, que foi levado para a Maternidade Municipal Mariana Bulhões, também em Nova Iguaçu.

O marido de Michelle, Wallissom Araújo, contou que o casal estava dentro do carro, no início da manhã do dia do ocorrido, quando aconteceu o assalto. Após atingir Michelle, os criminosos fugiram.

Em dezembro de 2017, uma grávida de 19 anos foi baleada na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Ela e o bebê não resistiram aos ferimentos.

Na noite em questão, no mesmo horário em que Karolayne foi atingida, houve relatos de um confronto armado no Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, de acordo com registros do OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) – serviço que faz um mapeamento não oficial, via redes sociais, dos tiroteios na capital e na região metropolitana do Rio.

O site “Voz das Comunidades”, jornal comunitário com base no Complexo do Alemão, afirmou que, na noite da ocorrência que resultou na morte de Karolayne e do bebê, houve uma troca de tiros entre policiais e criminosos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Maior chuva em 22 anos no Rio de Janeiro causa 10 mortes, deixa bairros submersos e provoca destruição
FMI reduz previsão de crescimento do Brasil em 2019
Deixe seu comentário
Pode te interessar