Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fog

Educação Nos Estados Unidos, mais de 97 mil crianças tiveram o coronavírus no fim de julho, diz estudo

Compartilhe esta notícia:

As aulas presenciais foram retomadas no país no início de agosto, mas apenas em alguns Estados, como Indiana, Kentucky, Mississippi, Georgia e Tennessee

Foto: Reprodução
As aulas presenciais foram retomadas no país no início de agosto, mas apenas em alguns Estados, como Indiana, Kentucky, Mississippi, Georgia e Tennessee. (Foto: Reprodução)

Nos Estados Unidos, mais de 97 mil crianças tiveram Covid-19 nas duas últimas semanas de julho, segundo estudo da Academia Americana de Pediatria e da “Children’s Hospital Association”. No período, as escolas ainda estavam fechadas, por causa da pandemia do novo coronavírus.

As aulas presenciais foram retomadas no país no início de agosto, mas apenas em alguns Estados, como Indiana, Kentucky, Mississippi, Georgia e Tennessee. A maioria ainda mantém as aulas online ou adota um sistema híbrido, que mistura o ensino remoto e o presencial.

O alto número de infecções entre crianças acende um alerta: familiares e professores se preocupam com os riscos de contaminação na volta às aulas.

Apesar de os estudos mostrarem que, na infância, a probabilidade de desenvolver um quadro grave de Covid-19 é menor, cientistas afirmaram, recentemente, que crianças com menos de 5 anos podem carregar uma carga viral maior. Ainda é preciso entender se isso aumenta a capacidade de transmissão do Sars-CoV-2.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Educação

Senador Ciro Nogueira testa positivo para o coronavírus
“Não há motivos para ter suspeitas sobre as vacinas contra o coronavírus”, diz a Organização Mundial da Saúde
Deixe seu comentário
Pode te interessar