Quarta-feira, 01 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Brasil Notebook ou tablet: afinal, qual a melhor opção?

Opção depende do perfil de usuário e atividade a ser executada no equipamento. (Foto: Reprodução)

Muitos dos usuários de computadores para finalidades de trabalho ou lazer costumam esbarrar, em deteminado momento, na seguinte dúvida: notebook ou tablet, qual o melhor? Conforme especialistas, não há uma resposta definitiva para esse questionamento, afinal isso depende de fatores como o tipo de atividade a ser realizada por meio da tecnologia digital.

Por mais básico que ele seja, o notebook (também conhecido como “lap-top) é uma ferramenta importante para produtividade e entretenimento. No entanto, esse desempenho está atrelado ao tipo de tarefas executadas por meio do aparelho.

Para cada perfil, existe a necessidade de instalação de programas específicos e uma configuração de hardware mais indicada. Se você vai apenas pesquisar na internet, escrever textos, criar apresentações e reproduzir vídeos, por exemplo, não precisa necessariamente investir em um “note” com processador de última geração ou com placa de vídeo 3D dedicada.

Já se for investir em um tablet, ganhará mais mobilidade e horas adicionais longe da tomada. Dependendo do modelo, também é possível obter algum nível de produtividade usando esse dispositivo. É preciso levar em consideração quais aplicativos irão substituir os programas convencionais, ou se existe alguma versão adaptada para dispositivos móveis.

O melhor equipamento irá depender da sua escolha pessoal. Mas antes de decidir, não se pode esquecer que, assim como muitas pessoas ainda utilizam computadores-padrão baseados na trica CPU-monitor-teclado, outras tantas preferem a praticidade e portabilidade dos celulares, que reúnem um número cada vez maior de funções.

A diferença mais óbvia entre um tablet e um notebook é a falta de um teclado. Os tablets dependem exclusivamente de uma interface touchscreen para todas as interações. Isso é bom quando a tarefa em questão envolve principalmente apontar, arrastar ou tocar para navegar em torno de um programa.

Os problemas ocorrem quando você deve inserir texto em um programa, como um e-mail ou editor de documento. Uma vez que não possuem teclado, os usuários devem digitar teclados virtuais com diferentes layouts e designs, além da falta de feedback táctil. A maioria das pessoas não pode digitar com rapidez ou precisão em um teclado virtual.

O teclado destacável para tablet melhora a capacidade de digitar texto, mas compromete parte da portabilidade do tablet sem que isso aumente o desempenho de notebook.

Os usuários de tablets também podem adicionar um teclado Bluetooth externo para tornar isso mais parecido com um notebook, mas adiciona um custo extra e um acessório a mais que você deve carregar junto ao tablet quando estiver fora de casa. Portanto, se você digita muito, notebooks. Se você não precisa digitar tanto, tablets.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Segundo laudo médico, João de Deus não tem nenhuma doença grave que o impeça de seguir preso
Filipe Toledo impediu o tricampeonato de Gabriel Medina no Mundial de Surfe
Deixe seu comentário
Pode te interessar