Sábado, 17 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Esporte O Barcelona vence o Valladolid, cola no Atlético de Madrid e põe fogo no Campeonato Espanhol

Compartilhe esta notícia:

Messi foi eleito o craque da partida do Barcelona contra o Valladolid. (Foto: Getty Images)

Foram muitas, muitas, muitas tentativas. Mais precisamente 25 finalizações. Mas o Barcelona conseguiu vencer o Valladolid nesta segunda-feira (5), por 1 a 0, no Camp Nou. O gol salvador de Dembélé saiu aos 44 minutos do segundo tempo. Resultado importantíssimo para o Barça, que, com um jogo a menos, fica a um ponto do líder Atlético de Madrid (66 a 65) ao final da 29ª rodada do Campeonato Espanhol. E na próxima jornada, tem o clássico contra o Real Madrid, terceiro colocado com 63 pontos.

Enquanto isso, o Valladolid, que resistiu bravamente até os minutos finais (Plano foi expulso aos 35 do segundo tempo), permanece na 16ª posição na tabela, com 27 pontos.

Destaque da partida

Messi não balançou as redes, nem deu assistência. Mas foi eleito o melhor jogador desse confronto contra o Valladolid. O argentino teve sete finalizações, sendo que duas acertaram o gol adversário. Ele é o artilheiro do Campeonato Espanhol, com 23 gols.

Sequência

O Barcelona está invicto há 19 jogos no Campeonato Espanhol, o equivalente a um turno inteiro. Nesse período, foram 16 vitórias e três empates. A última derrota foi em dezembro, para o Cádiz. Essa é atualmente a maior sequência de invencibilidade entre as cinco principais ligas da Europa.

O clássico

Na próxima rodada do Espanhol, o Barcelona faz no sábado o clássico com o Real Madrid, no Estádio Alfredo Di Stéfano. Já o Real Valladolid encara no domingo o Granada, no Estádio José Zorrilla.

Homenagem

Antes da bola rolar, Messi foi homenageado no gramado do Camp Nou. O motivo era dos mais nobres: o craque argentino tornou-se no último dia 21 de março o recordista de jogos com a camisa do clube, superando Xavi Hernández (768 a 767).

A pequena cerimônia contou com a presença da esposa Antonella e dos filhos Thiago, Mateo e Ciro. Messi recebeu um quadro com modelo de sua primeira camisa, utilizada na temporada 2004/2005, e posou para a foto com seus companheiros de time e também com sua família.

Hoje, com 41 anos, Xavi Hernández dirige o Al-Sadd, do Catar, onde encerrou sua carreira dentro das quatro linhas. Xavi já havia declarado sua alegria ao ver o ex-companheiros bater seu recorde: “Tinha de ser o Leo. É justo que o melhor jogador da história seja o que mais vezes defendeu as cores do Barça. É uma honra que ele me supere”, afirmou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Neymar pode pegar suspensão de três jogos por expulsão contra o Lille
Estados Unidos e aliados consideram boicotar os Jogos de Inverno de 2022 em Pequim
Deixe seu comentário
Pode te interessar