Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Partly Cloudy

Brasil O Estado de São Paulo ultrapassou as 50 mil mortes causadas pelo coronavírus

Compartilhe esta notícia:

A medida, que irá até 14 de março, foi tomada após recorde de pacientes com covid-19 internados em UTI. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Estado de São Paulo ultrapassou nesta terça-feira (19) a marca de 50 mil mortes pela covid-19 desde o início da pandemia. O número foi alcançado dez meses após a confirmação da primeira morte, em 12 de março.

Nas últimas 24 horas foram registrados 331 óbitos e 15.953 casos confirmados da doença, com isso, o estado atingiu 50.318 óbitos no total e 1.644.225 casos confirmados da infecção desde o início da pandemia.

Os novos registros não significam, necessariamente, que as mortes e casos aconteceram de um dia para outro, mas, sim, que foram computados no sistema neste período. As notificações costumam ser menores aos finais de semana e feriados, quando as equipes de saúde trabalham em esquema de plantão.

O Estado de São Paulo sozinho já tem mais mortes que a Argentina que registrou 45.832 mil mortes até o momento. O país sul-americano tem cerca de 44,5 milhões de habitantes, enquanto que o Estado possui 44 milhões.

Já a Espanha, que também tem uma população parecida, registrou 53.769 mil mortes até o momento. O país tem cerca de 47 milhões de habitantes e São Paulo, 44 milhões.

A média móvel de mortes diárias, que considera os registros dos últimos sete dias, foi de 237 nesta terça. O valor foi o maior desde o dia 19 de agosto de 2020 e cresceu 60% em relação ao registrado há 14 dias, o que para especialistas indica tendência de alta da epidemia.

O dado considera a média dos registros dos últimos sete dias e está acima de 200 há onze dias seguidos, valor que não era observado desde o dia 16 de setembro do ano passado. Como o cálculo da média móvel leva em conta um período maior que o registro diário, é possível medir de forma mais fidedigna a tendência da pandemia.

Vacinação

A Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo lançou nesta terça o “Vacinômetro”, ferramenta digital, desenvolvida em parceria com a Prodesp, que permite a qualquer pessoa acompanhar em tempo real o número de vacinados no Estado.

O “Vacinômetro” está disponível no portal do Governo de São Paulo e até a noite desta terça, às 21h24, o sistema indicava 8.470 vacinados no Estado.

A ferramenta será alimentada diretamente com as informações do “Vacivida”, plataforma digital integrada para monitorar toda a campanha de vacinação contra a covid-19. Para garantir ainda mais transparência ao processo de imunização, os posts dos perfis oficiais do Governo do Estado de São Paulo também irão repercutir, diariamente, o número de vacinados no Estado com base nos dados atualizados do “Vacinômetro”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Sem insumos, a Fiocruz entregará a vacina de Oxford só em março
O presidente da Câmara dos Deputados se encontrará com embaixador chinês para tratar do envio de insumos para vacinas
Deixe seu comentário
Pode te interessar