Quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Acontece “O estado foi criado para prestar serviço a população”, destaca o secretário Extraordinário de Parceria do estado, Leonardo Busatto

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Wagner Lacerda)

O próximo palestrante que se apresentou foi o economista graduado pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no qual possui trajetória de quase 15 anos no serviço público, o atual secretário Extraordinário de Parceria do estado, Leonardo Busatto.

Busatto apresentou a carteira de projetos que o estado do Rio Grande do Sul possui hoje, nas áreas de privatizações, concessões e PPPs. Segundo o secretário, o estado gaúcho é hoje, o estado da Federação com a carteira mais vasta e diversificada de projetos de privatizações, concessões e PPPs, do Brasil. “O estado foi criado para prestar serviço a população”, destacou o secretário Extraordinário de Parceria do estado, Leonardo Busatto.

Como exemplo do modelo de privatização, Busatto citou a CEEE Distribuidora, que recentemente foi vendida e não pertence mais ao estado. Já as concessões acontecem em locais, como rodovias e parques. Nesses casos, o poder público faz uma parceria com o setor privado, que estabelece uma exploração do espaço por alguns anos, podendo fazer melhorias e também cobranças extras.

“Essa é a grande diferença entre privatização e concessão, no qual privatizar eu vendo e a concessão eu faço um contrato de longo prazo para se explorar e, depois o bem volta para o estado”, explicou o secretário extraordinário de parcerias do Rio Grande do Sul, Leonardo Busatto.

Em 2006, Leonardo Busatto, ingressou na Secretaria Estadual de Planejamento. No ano seguinte foi admitido em concurso público como auditor fiscal da Secretaria Estadual da Fazenda. Em 2015 e 2016, atuou como subsecretário do Tesouro do Estado.

Antes de voltar ao Executivo estadual, foi secretário da Fazenda de Porto Alegre de janeiro de 2017 até abril de 2020, quando passou a ser assessor do secretário da Fazenda do RS. Especialista em Administração Pública Eficaz e com pós-graduação na George Washington University, o nosso palestrante é o atual Secretário Extraordinário de Parceria do estado, Leonardo Busatto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

“A questão fiscal é um elemento de competitividade de qualquer estado e de qualquer país”, relata o Secretário da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul, Marco Aurelio Cardoso
“Nenhum país desequilibrado, com o cenário fiscal ruim, atrai investimentos”, explica a presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, BRDE, Leany Lemos
Deixe seu comentário
Pode te interessar