Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Saúde O hormônio fundamental de que você precisa para melhorar sua vida

Compartilhe esta notícia:

As nozes são o lanche mais saudável do mundo: beneficiam nossa memória e reduzem o risco de doença cardíaca. (Foto: Reprodução)

Se você já sofreu de insônia e pediu conselhos ao seu médico ou farmacêutico, este hormônio é conhecido para você, pois é responsável por regular os ciclos do sono (não deve ser confundido com a melanina!). Todos esses efeitos já eram conhecidos até que um estudo realizado conjuntamente pela Universidade de Granada, o Hospital La Paz-Carlos III de Madri e o Centro Científico de Saúde da Universidade do Texas mostraram que também pode combater a obesidade. “Nós mostramos que a melatonina tem a função de regular a obesidade em roedores, em animais, mas sem afetar a ingestão de alimentos e a atividade física. É por isso que pensamos que pode ser outra ferramenta para lutar contra a obesidade, além de reduzir o consumo de energia através da dieta e forçar o gasto energético, principalmente quando é feito  mais atividade física, em temperatura mais fria para aumentar o gasto calórico “, diz um dos professores responsáveis pela pesquisa. É comum encontrá-lo em pílulas, mas a melatonina também existe naturalmente em muitos alimentos. Você quer saber quais são?

Arroz

Não é por acaso que é um dos alimentos mais consumidos em todo o planeta, porque contém ferro, fósforo, potássio, muitas vitaminas, oito aminoácidos essenciais e, claro, melatonina.

Aveia

Pense sobre isso,  é  incrível tudo o que pode caber nos pequenos flocos: carboidratos, proteínas, lecitina, vitamina B1, ferro, fósforo, ácidos graxos essenciais e um pouco de melatonina. Será que é por isso que a dieta de aveia funciona tão bem?

Milho

Se eu disser que em 100 gramas de milho podem conter entre 60 e 150 microgramas de melatonina, pode não parecer muito, mas estas não são quantidades insignificantes quando se trata deste hormônio.

Tomates

Embora eles tendem a se destacar por seu poder antioxidante (e por seu sabor, é claro), os tomates também são um dos alimentos mais ricos em melatonina.

Bananas

Algo parecido acontece com as bananas: elas são tão conhecidas pelo alto teor de potássio que a melatonina passa despercebida, mas também está lá.

Cerejas

Especificamente nas suas variedades mais ácidas (Montmorency e Balaton) é onde este superalimento apresenta as doses mais altas de melatonina.

Nozes

Elas são o lanche mais saudável do mundo:  beneficiam nossa memória, reduzem o risco de doença cardíaca … e contêm 3,5 microgramas de melatonina por grama de noz.

Importante: a intenção é apenas oferecer informações de natureza geral para ajudar na busca de desenvolvimento e crescimento pessoal. É aconselhável que, antes de seguir estas dicas, consulte sempre seu médico confiável.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Nova espécie de dinossauro descoberta na Austrália está entre as 5 maiores do mundo
Saiba quais modelos de iPhone são compatíveis com o iOS 15
Deixe seu comentário
Pode te interessar