Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Clear

Tecnologia Saiba quais modelos de iPhone são compatíveis com o iOS 15

Compartilhe esta notícia:

Apresentação diferente das notificações no iOS 15. (Foto: Divulgação/Apple)

A Apple revelou as novidades para o iOS 15, a nova versão do sistema operacional móvel que será liberada para os iPhones em 2021. Abaixo, estão listados todos os modelos compatíveis com a atualização final, que poderá ser feita no segundo semestre de 2021 — o beta público será distribuído em julho.

O iOS 15 será compatível com os seguintes aparelhos: iPhone 12; iPhone 12 mini; iPhone 12 Pro; iPhone 12 Pro Max; iPhone 11; iPhone 11 Pro; iPhone 11 Pro Max; iPhone XS; iPhone XS Max; iPhone XR; iPhone X; iPhone 8; iPhone 8 Plus; iPhone 7; iPhone 7 Plus; iPhone 6s; iPhone 6s Plus; iPhone SE (1ª geração); iPhone SE (2ª geração).

A lista de modelos de iPhone compatíveis continua a mesma desde o iOS 13 e com destaque para o iPhone 6s, lançado em 2015. Quem tem um iPod touch de 7 geração também poderá atualizar para o iOS 15.

Vale ressaltar que, apesar da compatibilidade com modelos mais antigos, nem todos os novos recursos apresentados estarão nesses aparelhos. Algumas funções exigem uma capacidade melhor do processador ou outros componentes de hardware, por isso ficam de fora de iPhones anteriores.

Aplicativo “Mensagens” receberá aprimoramentos

Além das novidades mencionadas acima, o app Mensagens também recebeu algumas novidades no iOS 15. A maior delas está relacionada ao modo “Não perturbe”, que ao ser ativado, será enviada uma mensagem automática para as pessoas que tentarem entrar em contato, informando o seu status no momento. É possível ignorar o modo “não perturbe” no caso de detecção de mensagens urgentes.

Ainda sobre o aplicativo Mensagens, outra funcionalidade que chega com o iOS 15 é o agrupamento automático de fotos compartilhadas, onde ao acessá-las irá direcionar o usuário para outros lugares como a galeria de fotos.

Mudanças na privacidade no iOS 15

No intuito de trazer mais segurança e privacidade ao usuário, a Apple atualizou o controle de solicitações da assistente de voz virtual Siri para serem realizadas pelo próprio celular. Além disso, as pessoas irão receber um conjunto de dados sobre privacidade de cada aplicativo com um resumo das atividades durante os últimos sete dias, contendo o número de vezes que os apps acessam informações como localização, microfone e câmera.

No e-mail haverá bloqueio de localização e IP, para evitar que os autores de e-mails que chegam para você saiba se foi aberto, quando e onde. Além disso, o iCloud+ irá contar com um serviço para evitar a identificação de e-mails, criando sempre um diferente após o envio para um novo destinatário.

Apple wallet

A Apple finalmente está expandindo as funcionalidades de sua carteira digital, a Apple Wallet. Agora será possível utilizar a plataforma como chave para quartos em hotéis, entrada em parques de diversão, identificação em aeroportos, abrir a porta de entrada da casa (home keys), entre outras opções além da função de abrir os carros da BMW sem a necessidade de tirar o telefone do bolso.

Memórias interativas

Agora o iOS tornará fotos e vídeos interativos, possibilitando a inserção de músicas e imagens de diferentes momentos, montando videoclipes com filtros nas imagens com mudanças de imagem de acordo com o ritmo de reprodução da faixa que está sendo tocada.

Aplicativo “Mapas” receberá aprimoramentos

No aplicativo Mapas a Apple implementou mais detalhes para algumas cidades no mundo, dando uma visão 3D dos locais, respeitando o relevo e as construções, proporcionando uma imersão maior para quem gosta de conhecer novos lugares. Houve também o anúncio da realidade aumentada para dar direções ao usuário durante a caminhada nas cidades, algo que o Google Maps já possui há algum tempo.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

O hormônio fundamental de que você precisa para melhorar sua vida
Exames genéticos são capazes de mapear DNA para calcular o risco de desenvolver doenças como o câncer
Deixe seu comentário
Pode te interessar