Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Geral O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, em Porto Alegre, suspende o atendimento ambulatorial e as cirurgias eletivas nesta sexta-feira devido a casos de caxumba

Compartilhe esta notícia:

Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, em Porto Alegre, suspende o atendimento ambulatorial e as cirurgias eletivas nesta sexta-feira (20). Segundo informações divulgadas pela prefeitura, três casos sintomáticos de caxumba foram identificados em servidores da instituição de saúde. Todos foram afastados do trabalho.

A suspensão é uma medida preventiva para evitar a transmissão da doença nas dependências do hospital. Dos 865 profissionais que atuam no Presidente Vargas, 300 já foram imunizados com a vacina tríplice viral até o momento. A suspensão do atendimento e das cirurgias eletivas será adotada para terminar o processo de vacinação de servidores que atuam no local. Procedimentos marcados para esta sexta-feira serão reagendados. Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos.

A vacina tríplice viral protege contra caxumba, sarampo e rubéola. A intenção é completar o bloqueio vacinal até esta sexta, normalizando o atendimento eletivo a partir da próxima semana. Além da vacinação, medidas de controle foram adotadas para evitar a transmissão da doença no ambiente hospitalar.

Testes gratuitos

A prefeitura de Porto Alegre oferece testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite C em dois locais, neste final de semana, na unidade móvel do projeto Fique Sabendo. Neste sábado (21), o trabalho será voltado à população em situação de rua, das 10h às 14h, no viaduto Imperatriz Dona Leopoldina, próximo à avenida João Pessoa, 325, em parceria com a ONG Prato Feito.

No domingo (22), o ônibus estacionará no Parque Farroupilha (Redenção), próximo ao Monumento ao Expedicionário, das 14h às 18h. Já no dia 29, o ônibus estará no Centro Vida (avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 2132), das 13h30min às 18h. A programação poderá ser cancelada em caso de chuva forte.

Oferecido pela Secretaria Municipal da Saúde, o serviço inclui distribuição de preservativos, orientações e dicas de prevenção. Com segurança e privacidade, o resultado dos exames sai em apenas 30 minutos, com dois consultórios para atendimento à população. A equipe é composta por servidores municipais da área da saúde. Após a realização dos testes, as pessoas com casos confirmados de sífilis podem receber tratamento, com a aplicação da primeira dose de penicilina. A forma mais segura de se proteger de doenças sexualmente transmissíveis é usar camisinha na relação sexual.

O objetivo do projeto é ampliar a prevenção e diagnosticar precocemente as infecções sexualmente transmissíveis, além de aumentar o encaminhamento para tratamento, que deve começar o quanto antes. A ideia ainda é que as pessoas diagnosticadas reagentes ao HIV não abandonem o uso da medicação antirretroviral, necessária à manutenção da qualidade de vida. A estrutura tem espaço para testagem rápida e acolhimento e é adaptada a pessoas com necessidades especiais.

Na Capital, o projeto é administrado pela Área de Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria da Saúde. A população também tem acesso a testes rápidos nas unidades de saúde de referência, onde podem ser obtidas orientações e mais informações.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Mais de três toneladas de alimentos impróprios para o consumo humano foram apreendidas no Vale do Taquari
A polícia prendeu em flagrante um servidor da prefeitura de Gravataí que pediu propina a um empresário
Deixe seu comentário
Pode te interessar