Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

CAD1 O Inter intensificou as tratativas com o Palmeiras para a contratação em definitivo do lateral-direito Fabiano

Compartilhe esta notícia:

Atleta encerrou a temporada como titular. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Depois de procurar outros nomes no mercado da bola, o Inter deve concentrar esforços para manter o lateral-direito Fabiano, que encerrou a temporada de 2018 como titular. O Palmeiras, detentor dos direitos federativos do atleta (que estaria “apalavrado” para permanecer em Porto Alegre), quer R$ 5 milhões pela cedência total, enquanto o Colorado estuda oferecer R$ 2 milhões por 50%.

De acordo com Diogo Rossi, da Rádio Grenal (www.radiogrenal.com.br), o clube paulista resiste em negociar o jogador com times que disputarão a Copa Libertadores da América deste ano, mas o Saci gaúcho segue confiante na possibilidade de um desfecho favorável para ambas as partes.

Doação milionária

Em seu site oficial, o Inter anunciou o recebimento de uma doação R$ 25 milhões feita pelo empresário Delcir Sonda, parceiro do clube em diversos negócios envolvendo aquisição de jogadores. A direção colorada frisou que o valor será convertido na anistia de antigas dívidas.

Em entrevista à Rádio Grenal, ele atribuiu o gesto a uma questão de amor ao clube: “Foi uma forma de fazer com que o Inter pudesse trabalhar melhor. O Colorado é a minha paixão”. Delcir Sonda foi um dos responsáveis pela vinda de nomes como o argentino D’Alessandro para o estádio Beira-Rio, assim como o chinelo Charles Aránguiz.

O presidente do Inter, Marcelo Medeiros, relembrou o papel de Sonda na história recente do Saci, quando investidores podiam auxiliar na contratação de atletas. “Hoje, como não se pode mais ajudar dessa maneira, ele foi buscar uma nova forma de contribuir com o seu clube do coração e então decidiu fazer esse gesto solidário e histórico”, elogiou o cartola.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de CAD1

Grêmio confirma a venda de Marcelo Grohe para clube da Arábia Saudita e encaminha a contratação do goleiro Júlio Cesar
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, nasceu em Ceilândia, perto de Brasília, e conheceu o marido na Câmara dos Deputados
Deixe seu comentário
Pode te interessar