Quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Notícias O Rio Grande do Sul recebeu um novo lote com quase 400 mil doses da vacina contra a gripe

Compartilhe esta notícia:

Alta procura causou desabastecimento na semana passada. (Foto: Luciano Lanes/PMPA)

Em meio à campanha nacional de imunização contra a gripe, o governo do Rio Grande do Sul recebeu do Ministério da Saúde mais 376 mil doses da vacina. O novo lote foi encaminhado nesta segunda-feira (30) às 19 CRSs (Coordenadorias Regionais de Saúde) para distribuição entre os municípios, incluindo Porto Alegre, que deve ficar com quase 70 mil unidades.

Trata-se do terceiro carregamento enviado ao Estado. O anterior (450 mil doses), destinado à primeira etapa da ofensiva contra o vírus influenza, começou a ser aplicado na semana passada, tendo como público-alvo os trabalhadores de saúde e os idosos.

Como se trata de um imunobiológico, a distribuição é feita em etapas, de acordo com a capacidade de armazenamento nos Estados e municípios. O cronograma de entrega segue critérios técnicos e o envio é realizado nos quantitativos necessários para atender o cronograma e as etapas de vacinação, por faixas etárias.

Com este novo lote, até agora, um total de 1 milhão e 276 doses já desembarcaram no Rio Grande do Sul para imunizar os segmentos populacionais previstos na primeira etapa. Eles totalizam 1,46 milhão de habitantes.

Confira, a seguir, as datas de início da imunização para os grupos prioritários e o respectivos volumes destinados, em um total 4,4 milhões de doses.

– 23 de março: pessoas com 60 anos ou mais (1.467.957 doses) e trabalhadores da saúde (315.089 doses);

– 9 de abril: crianças de 6 meses a 6 anos (734.765 doses), gestantes (106.124 doses), puérperas (17.435 doses), índos (24.154 doses), adultos dos 55 aos 59 anos (588.382 doses), indivíduos privados de liberdade (23.351 doses) e funcionários sistema prisional (7.353 doses);

– 16 de abril: doentes crônicos (969.736 doses), professores (110.359 doses) e forças de segurança (40.810 doses).

Capital

Das 67 mil doses abrangidas pela nova remessa à SMS (Secretaria Municipal da Saúde) de Porto Alegre, 16 mil foram entregues nesta segunda-feira para as farmácias das três redes privadas que atuam como parceiras da campanha na capital gaúcha (Agafarma, Panvel e São João).

Nesta terça-feira (31), serão destinadas 20 mil para vacinação de profissionais que trabalham em hospitais e outras 31 mil para imunização em unidades de saúde e “drive-thrus”, a partir desta quarta-feira.

Até as 10h30min desta segunda-feira, ao menos 136 mil pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe, em dois grupos prioritários: idosos e trabalhadores da saúde. Os idosos somam 113.464 doses, ou 59% da meta, que é vacinar 192 mil pessoas com mais de 60 anos (90% do público-alvo estimado pelo Ministério da Saúde). Para isso, a SMS precisa vacinar mais 78,2 mil idosos.

A alta procura pela vacina, em virtude da circulação do coronavírus, pode provocar desabastecimento na rede pública e nas farmácias. De acordo com informação da prefeitura, cerca de 4 mil doses da vacina contra influenza estavam disponíveis em farmácias da rede Agafarma nesta segunda-feira.

O diretor da Vigilância em Saúde Municipal, Anderson Lima, reitera que a vacina não protege contra o coronavírus. “Como os vírus da influenza não estão circulando na cidade ainda, as pessoas não precisam correr para se vacinar. Atualmente, é melhor aguardar a normalização dos estoques do que circular pela cidade, com risco de contaminação pelo novo coronavírus”.

(Marcello Campos)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Delegacia da Mulher de Viamão prende homem por tentativa de feminicídio
Em tempos de pandemia, pequenos produtores rurais gaúchos adotam estratégias para venda direta ao consumidor
Deixe seu comentário
Pode te interessar